Rondônia, - 01:46

 

Você está no caderno - Porto Velho - Prefeitura Notícias
IDEB
Porto Velho não vai mais ser mal avaliado, afirma prefeito
Determinação de dr Hildon Chaves é posicionar Porto Velho como o melhor sistema educacional do Estado
Publicado Quinta-Feira, 30 de Março de 2017, às 09:20 | Fonte da Redação 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=325322&codDep=69" data-text="Porto Velho não vai mais ser mal avaliado, afirma prefeito

  
 
 

Com o desafio de reverter o atual quadro do sistema educacional público municipal e coloca-lo na vanguarda como o melhor do Estado, com índices de desempenho que possam se destacar no cenário nacional o prefeito dr Hildon Chaves participou na manhã desta quarta-feira (29) da 1ª Formação para Gestores Escolas, sob o tema: Sensibilização em prol do Avança Ideb.
 
O Ideb, ou Índice de Desenvolvimento da Educação Básica, é o principal indicador da qualidade do ensino básico no Brasil. O Ideb utiliza uma escala que vai de 0 a 10, porém a meta para o Brasil é a média 6.0 até 2021.
 
Com 20 anos de atuação no setor educacional, o prefeito dr Hildon Chaves se sente incomodado com os resultados pífios da educação municipal. Na campanha eleitoral ele bateu forte nos baixos índices revelados pelo Ideb. Agora, eleito prefeito, tem a oportunidade de promover as melhorias necessárias ao setor. Na Prova Brasil de 2015, de cada quatro alunos do primeiro ao quinto ano, três obtiveram resultados insuficientes em matemática. Na língua portuguesa, de cada três alunos, dois não alcançaram índice razoável.
 
MUDANÇAS
 
De acordo com o secretário municipal adjunto da Educação, Marcos Aurélio Marques, algumas decisões importantes já foram tomadas para enfrentar o problema. “A primeira medida será reduzir o índice de repetência de 11% para, no máximo, 5%. E, não vai ser por meio de aprovação forçada, desmedida. Tudo será feito com muita transparência e responsabilidade. Estamos criando um método de avaliação periódica do quinto ano. A primeira prova já será realizada no dia 14 de abril. Com base no diagnóstico do resultado, as escolas com notas abaixo do esperado terão atenção especial. Vamos intervir durante o período letivo e monitorar todas as séries”.
 
O secretário Zenildo Santos disse que ao assumir a pasta encontrou uma secretaria na qual mais de 90% de toda a demanda era na esfera administrativa. A atividade fim, que é o suporte didático e pedagógico, era secundário.
 
Para o dr Hildon Chaves, “um trabalho mal feito no primeiro ciclo do ensino fundamental (1º ao 5º ano) leva a consequências irremediáveis”. Ele disse se sentir envergonhado ver municípios com estruturas bem inferiores às de Porto Velho alcançarem posições bem mais confortáveis no Ideb. A propósito, a educação oferecida pelo município de Porto Velho puxa para baixo todo o desempenho estadual no Ideb. Sem a participação da capital, Rondônia alcança índice de aprovação. Quando inclui Porto Velho o índice cai para a insuficiência.
 
“Nós temos todas as condições de reverter imediatamente esse quadro. Temos excelentes profissionais professores, diretores e juntos vamos colocar Porto Velho na vanguarda da educação. Não se constrói sociedade nenhuma sem ensino de qualidade. A educação é uma das paixões da minha vida e nós não vamos mais ser mal avaliados. O grande salto, podem anotar, será em 2019. Vamos corrigir todas nossas deficiências e construir um sistema educacional que será modelo, como são escolas públicas de Sobral, no Ceará, que tiveram avaliações melhores que as melhores escolas de São Paulo”, convocou dr Hildon.
 

Texto e fotos comdecom 





Notícia visualizada Contador de visitasvezes




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em Porto Velho - Prefeitura Notícias


Dr. Hildon almoça com comandante da BAPV
Durante encontro, autoridades conhecem um pouco mais sobre atribuições de cada um no desenvolvimento de RO...


Semusa realiza mutirão de saúde da mulher em Calama
Uma equipe composta pelos enfermeiros Marcuce Antônio, que também é diretor do Departamento de Atenção Básica, da Semusa; Elileide Frós, coordenadora de saúde da mulher e Drucila de Sá, além do técnico da atenção básica, Juarez do Nascimento estive...


Alagação na Daniela era causada por carrinho de mão na caixa coletora
Em mais um serviço de desobstrução de galerias e caixas coletoras, a equipe de engenharia da Subsecretaria Municipal de Serviços Básicos (Semus) se deparou com a presença de carcaças de objetos de uso doméstico e que estavam obstruindo a rede de dr...


Moradores do Cohab dão exemplo e após limpeza, preservam canal
Até placa caseira foi instalada para alertar os ''sujões'' e ajudar na fiscalização para que ninguém jogue lixo...

 

::: Publicidade :::


:: Publicidade :::

 
 
 
 
EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE