Rondônia, - 14:06

 

Você está no caderno - POLÍTICA
Política
Acordo da Odebrecht vale para AGU, afirma juiz
Publicado Quinta-Feira, 30 de Março de 2017, às 09:11 | Fonte Revista Exame.com 0

 
 

 

Sede da Odebrecht em Lima, dia 05/01/2017

Odebrecht: AGU queria manter bloqueio de bens da empresa (Mariana Bazo/Reuters)

 

 

São Paulo – A disputa entre as diversas instituições em torno dos acordos de leniência que estão sendo fechado pelas empresas como o Ministério Público Federal (MPF) já chegou à Justiça.

 

O juiz Friedman Anderson Wendap, da 1.ª Vara Federal em Curitiba, disse em decisão tomada na semana passada a favor da Odebrecht de que a empresa não pode ficar a mercê de um “conflito de atribuições”.

 

“O Estado não pode se fragmentar em múltiplos órgãos, cada qual simbolizando a idiossincrasia de seus agentes públicos”, disse o juiz.

 

“Ao celebrar o acordo de leniência, o Ministério Público Federal age em prol do interesse primário da Administração Pública, que, no caso, pertence à União… Soa, no mínimo, contraditória a insurgência da Advocacia-Geral da União contra o cumprimento do acordo, cujo fim é facilitar o ressarcimento do dano”, argumentou o juiz em decisão que confirma o desbloqueio de R$ 2 bilhões em bens e receita da Odebrecht.

 

A AGU entende que o dinheiro não é suficiente para ressarcir os danos, ao que o juiz rebate dizendo que o acordo fechado com o MPF é de R$ 8 bilhões e que não foram apresentados indícios de que a empresa não irá cumprir o acordo.

 

Além disso, segundo o juiz, a AGU não informou quanto seria o prejuízo estimado.

 

“O Ministério Público da União e a Advocacia-Geral da União são indistinguíveis, são o ente União, e não o pulmão esquerdo e o direito de um organismo”, disse o juiz. A AGU diz estudar recurso da decisão.

 

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

 







Veja também em POLÍTICA


Quem será o fiador das mortes
Dória ainda questionou a campanha do governo federal ‘O Brasil não pode parar’...


Vamos ter mais pacientes que vão usar o SUS, diz secretário executivo da Saúde
Os casos importados da doença não utilizavam, em grande parte, o Sistema Único de Saúde (SUS), indicou Gabbardo...


Vereadores de SP aprovam R$ 1,5 bi para combate ao coronavírus
Projeto de lei aprovado segue para sanção do prefeito Bruno Covas...


PT propõe Seguro Quarentena ao Governo Federal
O Seguro Quarentena atenderá aos beneficiários do Bolsa Família, as pessoas inscritas no Cadastro Único e trabalhadores informais e de baixa renda...

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News