Rondônia, - 12:54

 

Você está no caderno - POLÍTICA
Política
Responsável por ‘taxa de oxigênio’ de Cabral pode deixar cadeia
Publicado Quarta-Feira, 29 de Março de 2017, às 09:06 | Fonte Veja.com 0

 
 

 

 

 

Acusados de movimentar quantias vultosas de dinheiro durante o governo de Sérgio Cabral, Luiz Paulo Reis, Wagner Jordão Garcia e Sérgio Castro de Oliveira terão seus pedidos de habeas corpus julgados pelo Tribunal Regional Federal nesta quarta (29).

 

A Procuradoria Regional da República da 2ª Região (PRR2) já emitiu pareceres contra os pedidos. O órgão afirma que “as investigações revelaram a importância das atuações deles na organização criminosa, responsável por graves delitos de corrupção e lavagem de ativos, e sua libertação poderia comprometer a aplicação da lei penal, bem como no risco de fuga”.

 

Reis é apontado como “testa de ferro” do ex-secretário de Obras Hudson Braga. Wagner Garcia, por sua vez, era encarregado de coletar a “taxa de oxigênio”, como chamavam a propina para Braga. E Oliveira entregava a propina à família de Cabral.

 







Veja também em POLÍTICA


Bolsonaro defende privatizações e responsabilidade fiscal do Estado
O presidente Jair Bolsonaro defendeu nesta quarta-feira (12) a privatização de empresas públicas e disse que “os desafios burocráticos do estado brasileiro são enormes”....


Michelle Bolsonaro diz que testou negativo para covid-19
Primeira-dama fez anúncio em uma rede social...


Guedes entrega proposta de reforma tributária ao Congresso
Proposta será incorporada àquelas em discussão em comissão mista ...


Bolsonaro defende militar à frente da Saúde depois de juiz do Supremo acusar exército de estar a associar-se a um ''genocídio''
Gilmar Mendes, juiz do Supremo Tribunal Federal, disse esta semana que os militares que fazem parte do Ministério da Saúde de Jair Bolsonaro......

 




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News