Rondônia, - 12:22
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco
   

 

Você está no caderno - POLÍTICA
Política
Doações a Temer foram de apenas 6% do total para chapa
Publicado Domingo, 19 de Março de 2017, às 09:42 | Fonte Veja.com 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=324074&codDep=19" data-text="Doações a Temer foram de apenas 6% do total para chapa

  
 
 

 

Dilma Rousseff e Michel Temer em comício de campanha em Jales (SP), em 2014 - Ivan Pacheco/VEJA.com

Dilma Rousseff e Michel Temer em comício de campanha em 2014 (Ivan Pacheco/VEJA.com)

 

 

Dos 350, 4 milhões de reais arrecadados pela chapa que reelegeu Dilma Rousseff (PT) nas eleições presidenciais de 2014, apenas 19,8 milhões, o equivalente a cerca de 6%, foram arrecadados por Michel Temer (PMDB), então candidato a vice-presidente. As informações são da colunista Mônica Bergamo, na edição desta sexta-feira do jornal Folha de S.Paulo.

 

Os dados, originários do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), indicam que este foi o valor recebido pelo hoje presidente na conta “Eleição 2014 Michel Miguel Elias Temer Lulia Vice-Presidente”, em uma agência do Banco do Brasil. Deste valor, 16,5 milhões, ainda segundo o jornal, foram destinados a campanhas para governadores, deputados e senadores do PMDB pelo país.

 

Com isso, Temer dispôs de pouco mais de três milhões para gastar em promoção do seu nome como postulante a vice-presidência. Este valor, por sua vez, corresponde a 1% dos valores gastos pela chapa Dilma-Temer, segundo a declaração de contas ao TSE. Ao final, ele ainda contou com um valor restante, cerca de 92 mil reais, que foram transferidos para a conta do PMDB pelo presidente.

 

Cassação

 

Processo que corre no TSE pede a cassação da chapa eleita em 2014, sob acusação de abuso de poder econômico, com o recebimento de valores indevidos para o financiamento da campanha. O efeito prático da decisão, hoje, seria a saída do presidente Michel Temer do cargo, já que Dilma Rousseff já teve o mandato cassado pelo Senado Federal em agosto do ano passado.

 

A defesa de Temer pede a separação das contas de presidente e vice-presidente, alegando que o peemedebista não tem responsabilidade sobre eventuais delitos cometidos pela campanha de Dilma. A conta citada na reportagem da Folha é a mesma que ele alega como sendo a sua prestação individual de valores recebidos, supostamente descolada da petista.

 

Já os advogados de Dilma negam essa hipótese e defendem a unidade da chapa. Apesar dessa discordância, ambos negam as acusações de abuso de poder econômico feitas pelo PSDB, partido que propôs a ação ao TSE.

 





Notícia visualizada Contador de visitasvezes




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em POLÍTICA


Pedro Chaves toma posse na vaga deixada por Delcídio do Amaral
...


Empresários criticam aumento de imposto sugerido por Meirelles
...


Dilma dá cargos para tentar evitar afastamento de aliados do governo
...


Governo Dilma tem aprovação de 10% e desaprovação de 69%, diz Ibope
...

 

::: Publicidade :::



:: Publicidade :::

 
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE

Parceiros :::