Rondônia, - 12:45
Últimas Política Amazônia Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco

 

Você está no caderno - CIÊNCIA E SAÚDE
Ciência e Saúde
Movimento feito em rezas islâmicas minimiza dor nas costas, diz estudo
Publicado Sábado, 18 de Março de 2017, às 18:51 | Fonte Superinteressante 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=324034&codDep=42" data-text="Movimento feito em rezas islâmicas minimiza dor nas costas, diz estudo
  
 
 

 

(iStock | Ibrakovic)

 

 

De acordo com o alcorão, um muçulmano deve rezar em direção à Meca diariamente, cinco vezes ao dia. É uma das cinco obrigações do seguidor da religião ao lado de ter fé, fazer caridade, tentar ir à Meca e fazer jejum durante o Ramadã. Para praticar a oração, o fiel se ajoelha sobre um tapete e, por diversas vezes, se curva enquanto entoa a reza. Agora, pesquisadores da Universidade de Binghamton, em Nova York, estão clamando que a prática tem efeitos além dos espirituais: faz bem para a coluna dos praticantes.

 

Para chegar a essa conclusão, os envolvidos na pesquisa analisaram modelos digitais de humanos fazendo os movimentos da reza. E eles perceberam que, para o corpo, a reza islâmica atua como um exercício físico estático, assim como a yoga ou a fisioterapia, por exemplo.

 

De acordo com o estudo, o ato de se curvar, posicionando os joelhos e as costas de maneira correta, pode ajudar quem sente dor nas costas – mais especificamente na lombar. A posição correta varia de pessoa para pessoa, e é definida por um conjunto de variáveis, como a flexibilidade do joelho e das costas. “A posição de ajoelhar (conhecida dentro do islamismo como sujud) aumenta a elasticidade das articulações. Por isso, é recomendável que pessoas com essas dores na parte inferior fiquem mais tempo nessa posição”, afirma Mohammad Khasawneh, pesquisador da Universidade e responsável pelo estudo.

 

A ideia pode até ser contra intuitiva – quem já abaixou para pegar algo no chão e travou que o diga -, mas Mohammad tranquiliza quem questiona a pesquisa. “As forças máximas de compressão criadas durante as posturas de reza são muito mais fracas do que as instituições de saúde determinam como prejudiciais. Esses movimentos podem seguramente ser considerados como tratamento clínico para dor nas costas”, afirma.

 








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em CIÊNCIA E SAÚDE


Maternidades do Acre ganham cartórios para facilitar o registro de bebês
Apenas 60% das crianças acreanas possuem certidão de nascimento...


Marido e mulher morrem com 40 minutos de diferença após 69 anos de casamento
...


Em caso raro, mulher dá à luz trigêmeos idênticos em Londrina
Meninos nasceram no dia 21 de abril, no Hospital Universitário. Mãe não passou por tratamento de fertilização antes de engravidar....


Brasil, um país de obesos
...

 

::: Publicidade :::



:: Publicidade :::

 
728x90 350x90
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE