Rondônia, - 17:46
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco

 

Você está no caderno - NACIONAL
Nacional
Provas do concurso para Corpo de Bombeiros do DF são anuladas
Publicado Sábado, 18 de Março de 2017, às 17:43 | Fonte Correio Braziliense 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=324008&codDep=30" data-text="Provas do concurso para Corpo de Bombeiros do DF são anuladas
  
 
 

Ana Viriato
As provas objetivas para os cargos de soldado condutor e operador de viaturas do concurso do Corpo de Bombeiros do DF, aplicadas em 5 de fevereiro, estão anuladas. O Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (IDECAN) anunciou a decisão nesta sexta-feira (17), em atendimento à recomendação do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT).
 
Em nota, a entidade esclareceu que informações sobre o cronograma de reaplicação da etapa serão divulgadas oportunamente pelo portal eletrônico oficial. “Tal medida foi entendida como necessária em face da inconsistência havida, relativa à divulgação dos locais de realização de provas no site da organizadora”, justificou.
 
No último dia 8, o Ministério Público apontou ao Idecan falhas identificadas por concorrentes durante a aplicação do certame, como a não designação prévia das salas de prova, os atrasos para o início da aplicação dos exames e a informação de que os nomes constantes nos cadernos de provas e respectivos gabaritos não se referiam aos candidatos que receberam os materiais.
 
Frente às incoerências, o órgão recomendou a anulação das provas e pediu restituição aos candidatos dos valores relativos à inscrição. O documento determinou, ainda, que a nova data para a realização da primeira etapa da avaliação fosse determinada com um prazo razoável. A medida objetiva “viabilizar a programação por parte dos candidatos, especialmente dos inscritos residentes em outras unidades das federação”.
 
Polêmica
 
A prova do concurso para o cargo de oficial do Corpo de Bombeiros, aplicada em 12 de fevereiro, já havia sido anulada pela própria entidade organizadora a pedido do presidente da Comissão de Execução do CBMDF, em razão da “inconsistência relativa à ausência de folhas de respostas da prova discursiva”.
 
Além disso, o Tribunal de Contas do DF recebeu um pedido de anulação total do concurso. A solicitação foi apresentada em 14 de fevereiro pelo deputado distrital Reginaldo Veras (PDT), em razão de irregularidades que, supostamente, “violaram preceitos legais e constitucionais”.
 
Em 24 de fevereiro, o Tribunal de Contas determinou o prazo de 10 dias para que o Corpo de Bombeiros e o Idecan prestassem esclarecimentos acerca das denúncias. Ainda não houve decisão sobre o caso.
 

Após uma série de inconsistências e reclamações, o Idecan foi desclassificado para realizar a organização do concurso da Polícia Militar do DF, que vai oferecer 2.024 vagas para a carreira de soldado. 








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em NACIONAL


Família tenta arrecadar dinheiro para trazer corpo de mineiro morto nos Estados Unidos
...


PF apura desvio de R$ 520 mil que seriam para compra de remédios em Naviraí, MS
...


Operação da PF prende irmã, filho e braço-direito de de Fernandinho Beira-Mar
...


Relator muda aposentadoria rural; veja outros recuos
...

 

::: Publicidade :::



:: Publicidade :::

 
728x90 350x90
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE