Rondônia, - 12:26
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco
   

 

Você está no caderno - CIÊNCIA E SAÚDE
febre amarela
Estado de São Paulo registra oitava morte por febre amarela
Publicado Sexta-Feira, 17 de Março de 2017, às 17:59 | Fonte Ludmilla Souza – Repórter da Agência Brasil 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=323914&codDep=42" data-text="Estado de São Paulo registra oitava morte por febre amarela

  
 
 

Resultado de imagem para febre amarelaO estado de São Paulo registrou oito mortes por febre amarela desde o início do ano, informou a Secretaria de Saúde. Desse total, três são casos autóctones (infecções ocorridas dentro do estado) e foram confirmados nos municípios de Américo Brasiliense, Batatais e Araraquara.
 
A oitava morte ocorreu no último dia 10, em Araraquara, região central do estado. A prefeitura da cidade informou que vai intensificar a vacinação nos postos de saúde urbanos e na área rural. De acordo com a Secretaria de Saúde do município, 16 mil moradores ainda não receberam uma das doses necessárias para a plena imunização. A vacina pode ser encontrada em todas as unidades de saúde de Araraquara.
 
Há também cinco mortes confirmadas em que a doença foi importada, ou seja, a infecção ocorreu fora do estado, todas em Minas Gerais. As notificações foram em Santana do Parnaíba, três na capital e uma em Paulínia.
 
Segundo a Secretaria Estadual da Saúde, a vacina contra a febre amarela é indicada apenas aos moradores de áreas de risco definidas pelo Ministério da Saúde e para aqueles que vão viajar a esses locais. A imunização não é indicada para gestantes, mulheres que estejam amamentando, crianças com até 6 meses e imunodeprimidos, como pacientes em tratamento quimioterápico, radioterápico ou com corticoides em doses elevadas (portadores de lúpus, por exemplo).
 
Em nota à imprensa divulgada ontem (16), o Ministério da Saúde informou que não há evidência de febre amarela urbana no Brasil. O último caso foi registrado em 1942. A pasta informa ainda que tem feito coleta de mosquitos nas áreas afetadas para verificar a presença do vírus. “Nessa vigilância entomológica, não foram encontrados insetos infectados nas áreas urbanas”, diz a nota.
 
Segundo o ministério, todas as medidas de contenção do surto têm sido realizadas, com o envio de 16 milhões de doses de vacina contra febre amarela para as áreas afetadas, além das 3,6 milhões de doses para a vacinação de rotina nos 19 estados que registram a circulação silvestre da febre amarela desde o início do ano.
 

Edição: Lílian Beraldo 





Notícia visualizada Contador de visitasvezes




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em CIÊNCIA E SAÚDE


Álcool te ajuda a falar melhor outras línguas
...


Jovem morre após tomar anticoncepcional receitado por médico
...


Com estas 3 técnicas, você consegue acordar dentro de um sonho
...


Estudo brasileiro pode aumentar “gordura do bem” em óleo de soja
...

 

::: Publicidade :::



:: Publicidade :::

 
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE

Parceiros :::