Rondônia, - 12:45
Últimas Política Amazônia Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco

 

Você está no caderno - CIÊNCIA E SAÚDE
saúde: fiscalização da frequência
Prefeito se desculpa com servidores e reafirma fiscalização da frequência
Dr Hildon lamentou a generalização de uma situação localizada que ele referiu-se em entrevista
Publicado Sexta-Feira, 17 de Março de 2017, às 14:06 | Fonte da Redação 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=323904&codDep=42" data-text="Prefeito se desculpa com servidores e reafirma fiscalização da frequência
  
 
 

G1/RO

UPA Porto Velho

 Pego de surpresa por uma nota de repúdio assinada pelo presidente em exercício do Conselho Regional de Medicina (Cremero), Spencer Vaiciunas, em reação a uma entrevista à uma emissora de televisão, criticando o que chamou de sabotagem de alguns servidores na UPA da Zona Sul, o prefeito de Porto Velho, dr Hildon Chaves, se desculpou com os servidores que cumprem com seus horários e plantões com responsabilidade, mas reafirmou que vai intensificar a fiscalização das folhas de ponto, como são chamadas as anotações de frequência e assiduidade nos locais de trabalho.

 
Na entrevista que provocou a reação do Cremero, o prefeito se referiu como ‘sabotagem’ à constatação de que os vasos sanitários da UPA Sul foram entupidos com copos descartáveis e rolos de papel higiênico, para que a água, dejetos e detritos transbordassem. Na mesma entrevista, o prefeito pediu que os médicos ficassem mais atentos a seus horários de plantões e atendessem melhor à população.
 
Embora as declarações tenham sido pontuais com relação a situação verificada naquela unidade de saúde, a nota assinada pelo presidente em exercício do Cremero aborda o assunto de forma generalizada. “É claro que temos bons servidores médicos, enfermeiros, técnicos e pessoal de apoio. À essa maioria responsável, que cumpre seu papel com dignidade, pedimos nossas desculpas por eventual interpretação destoante da realidade”, desculpou-se.
 
O prefeito estranhou, entretanto, que as reações tenham ficado mais ostensivas depois que criou uma comissão de técnicos responsáveis pela fiscalização das folhas de frequência e de plantões dos servidores. “Vamos continuar fiscalizando e quem não estiver cumprindo sua obrigação vai responder. Temos cerca de 400 médicos na rede municipal, não há por que faltar profissionais em nossas unidades de saúde. O problema é que ao longo dos anos, o emprego na prefeitura foi sendo resumido a um mero ‘bico’ para alguns”, lamentou dr Hildon.
 
Um dos locais que mais registra ausência de médicos em seus plantões é a UPA da Zona Leste. Nesta quinta-feira (16), entretanto, quando o Cremero programou uma fiscalização surpresa, estavam os seis plantonistas trabalhando. O conselheiro Rodrigo Almeida, que fez a vistoria, constatou que o grande problema da unidade é a superlotação, embora haja outros de menor potencial.
 
Segundo Rodrigo Almeida, num plantão de 12 horas, cada médico chega a atender entre 70 a 80 pacientes, o dobro do recomendado pelo Ministério da Saúde. O número de profissionais por plantão na UPA, no entanto, está adequado à sua estrutura. São seis consultórios para seis plantonistas. A clientela é que tem crescido mês a mês. O último mês de janeiro, por exemplo, registrou um crescimento de dez mil procedimentos a mais do que janeiro do ano passado.
 
 
O secretário municipal da Saúde, Alexandre Porto disse que num prazo de aproximadamente trinta dias a UPA da Zona Sul estará com o atendimento normalizado com relação a disponibilidade de profissionais, de medicamentos e materiais de consumo.
 
 
Texto e fotos Comdecom








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em CIÊNCIA E SAÚDE


Maternidades do Acre ganham cartórios para facilitar o registro de bebês
Apenas 60% das crianças acreanas possuem certidão de nascimento...


Marido e mulher morrem com 40 minutos de diferença após 69 anos de casamento
...


Em caso raro, mulher dá à luz trigêmeos idênticos em Londrina
Meninos nasceram no dia 21 de abril, no Hospital Universitário. Mãe não passou por tratamento de fertilização antes de engravidar....


Brasil, um país de obesos
...

 

::: Publicidade :::



:: Publicidade :::

 
728x90 350x90
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE