Rondônia, - 13:17

 

Você está no caderno - Porto Velho
regularização fundiária no campo
Prefeito de Porto Velho defende regularização fundiária no campo
Produtor sem título da terra é como pessoa sem CPF, sem acesso ao crédito para produzir mais
Publicado Terça-Feira, 14 de Março de 2017, às 16:02 | Fonte da Redação 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=323668&codDep=27" data-text="Prefeito de Porto Velho defende regularização fundiária no campo

  
 
 

Durante lançamento do programa Agro Mais, do Governo Federal, na tarde de segunda-feira (13), em Porto Velho, com a presença do ministro da agricultura e abastecimento, Blairo Maggi, o prefeito dr Hildon Chaves defendeu um programa sério de regularização fundiária para fortalecer o agronegócio na capital e em todo estado de Rondônia.
 
 
“O homem do campo sem o título de sua terra eu equiparo a uma pessoa sem CPF. Ele não tem acesso ao mercado de crédito, por isso não consegue investir na sua propriedade e, portanto, não consegue produzir volumes maiores”, disse o prefeito.
 
 
Dr Hildon avalia que esse programa é de muita importância e vai ajudar a fomentar e fortalecer a agricultura no município. “Isso é um indicativo muito forte da relevância que porto velho vem adquirindo ano após ano na agricultura, na pecuária e na produção de peixes, ajudando Rondônia a se consolidar como um grande polo do agronegócio”, comentou. O prefeito acrescentou que Rondônia vem se firmando cada vez mais “como uma grande fronteira agrícola ainda com muito potencial a ser desenvolvido”.
 
 
Blairo Maggi explicou que o Agro Mais é um programa de modernização e desburocratização do agronegócio no País. O objetivo é que em cinco anos o Brasil passe de quase 7% para 10% da produção do mercado global, o que representa R$ 30 bilhões a mais na economia nacional. Para tanto, é necessário atualizar e modernizar a legislação, algumas com 65 e até com 83 anos de existência, o que não representa mais a realidade do agronegócio no País.
 
 
Rondônia é o terceiro estado da Federação a aderir ao programa que foi lançado em agosto do ano passado pelo presidente Michel Temer. Rio Grande do Sul foi o primeiro e sua adesão ocorreu em novembro. São Paulo assinou termo de adesão ao Agro Mais no último dia 20 de fevereiro. Além da modernização e desburocratização, o Governo Federal quer dar mais transparência às ações relacionadas ao agronegócio e trabalhar em parceria com o setor produtivo.
 
 
Com as mudanças implementadas, que também valem para a agricultura familiar, que passa a ter regras mais simples, dr Hildon espera fortalecer ainda mais o agronegócio em Porto Velho e, consequentemente, a economia do município, uma de suas principais bandeiras de campanha.
 
 
 

Texto e fotos Comdecom 








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em Porto Velho


Morre aos 68 anos jornalista Maurício Calixto
Morreu nesta segunda-feira, no Hospital das Clínicas, em Porto Velho, o jornalista, radialista e ex-deputado federal Maurício Calixto, aos 68 anos de idade....


Veículo do Governo de Rondônia pega fogo e coloca em risco vida de servidor
um veículo Kombi que pertence a Superintendência de Gestão de Suprimentos, Logística e Gastos Públicos Essenciais (SUGESPE), ficou parcialmente destruído pelo fogo....


Nota de Pesar - Prefeitura de Porto Velho
A morte se deu, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), após uma provável perda do controle da direção do veículo em que conduzia, na BR-319......


Confira aqui os nomes das 221 pessoas convocadas para o Cristal da Calama, em Porto Velho
Famílias convocadas foram atingidas pela cheia do Rio Madeira, em 2014. Entre os documentos exigidos estão CPF, certidão de nascimento, entre outros....

 

::: Publicidade :::


:: Publicidade :::

 
 
 
 
EMRONDONIA.COM