Rondônia, - 12:20
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco
   

 

Você está no caderno - CIÊNCIA E SAÚDE
Ciência e Saúde
Cientistas criam 1º “embrião” de camundongo com células-tronco
Publicado Sexta-Feira, 3 de Março de 2017, às 11:38 | Fonte Revista Exame.com 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=322999&codDep=42" data-text="Cientistas criam 1º “embrião” de camundongo com células-tronco

  
 
 

 

camundongo

Camundongo: os cientistas foram capazes de mostrar como o embrião artificial seguia o mesmo padrão de desenvolvimento do embrião normal (Thinkstock)

 

 

Londres – Cientistas no Reino Unido criaram pela primeira vez uma estrutura que se assemelha com um embrião de um camundongo, usando uma plataforma 3D e dois tipos de células-tronco, numa pesquisa que aprofunda a compreensão dos estágios iniciais do desenvolvimento mamífero.

 

Ao publicarem os seus resultados no periódico Science nesta quinta-feira, a equipe da Universidade de Cambridge disse que, ao mesmo tempo que o embrião artificial se assemelha muito com o real, ele dificilmente se desenvolveria num feto saudável de camundongo.

 

Para os propósitos da pesquisa, contudo, os cientistas foram capazes de mostrar como o embrião artificial seguia o mesmo padrão de desenvolvimento do embrião normal, com as células-tronco se organizando da mesma maneira.

 

Magdalena Zernicka-Goetz, professora do Departamento de Fisiologia, Desenvolvimento e Neurociência da Universidade de Cambridge, afirmou que o sucesso com as células de camundongo deve abrir caminho para trabalhos similares com células humanas, ajudando cientistas a superarem uma grande barreira na pesquisa com embriões humanos: a falta deles.

 

Atualmente, embriões humanos para pesquisa são desenvolvidos de ovos excedentes doados por clínicas de fertilidade, mas a professora Magdalena Zernicka-Goetz disse que no futuro deve ser possível usar as células-tronco para fazer embriões artificiais para estudo.

 

“Isso vai nos permitir estudar eventos chaves desse estágio crítico do desenvolvimento humano sem ter que de fato trabalhar com embriões”, declarou ela.

 

“Saber como o desenvolvimento normalmente ocorre vai nos permitir entender por que ele de forma tão frequente dá errado.”

 

Tentativas anteriores de desenvolver estruturas semelhantes a embriões não tiveram muito êxito.

 

A equipe de Cambridge disse que agora eles acham que isso se dava porque esses experimentos usavam somente um tipo de célula-tronco, a embriônica, e não se davam conta do fato de que o desenvolvimento inicial de embriões exige tipos diferentes de células para que haja uma coordenação próxima entre elas.

 





Notícia visualizada Contador de visitasvezes




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em CIÊNCIA E SAÚDE


Jovem morre após tomar anticoncepcional receitado por médico
...


Álcool te ajuda a falar melhor outras línguas
...


Com estas 3 técnicas, você consegue acordar dentro de um sonho
...


Estudo brasileiro pode aumentar “gordura do bem” em óleo de soja
...

 

::: Publicidade :::



:: Publicidade :::

 
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE

Parceiros :::