Rondônia, - 00:42
Últimas Política Amazônia Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco

 

Você está no caderno - CIÊNCIA E SAÚDE
Ciência e Saúde
Por que gostamos tanto de chocolate? A ciência explica
Publicado Quinta-Feira, 2 de Março de 2017, às 10:17 | Fonte Veja.com 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=322849&codDep=42" data-text="Por que gostamos tanto de chocolate? A ciência explica
  
 
 

 

Menina criança comendo barra de chocolate

A proporção de gordura e açúcar presente no chocolate ao leite é semelhante à do leite materno. Logo, o alimento nos remete, inconscientemente à nostalgia dos nossos primeiros anos de vida e essa pode ser a principal explicação para o nosso amor ao doce. (Nastia11/iStock)

 

 

O sucesso do chocolate vai muito além do sabor. Uma série de fatores como a presença de substâncias químicas psicoativas e estimulantes e a textura característica contribuem para sua irresistibilidade. Mas a proporção entre gordura e açúcar, principalmente das versões ao leite, talvez seja a maior responsável pelo nosso amor ao chocolate. 

 

Resgate à infância

 

A versão ao leite do chocolate normalmente tem de 20% a 25% de gordura e  40% a 50% de açúcar. De acordo com informações da BBC Brasil, níveis tão altos dessas substâncias são pouco encontrados na natureza, mas o leite materno é um desses casos raros. Rico em nutrientes essenciais para os primeiros anos de vida, ele é composto por aproximadamente 4% de gorduras e 8% de açúcares.

 

Essa proporção, também observada em biscoitos, sorvetes e outros alimentos deliciosos, pode ser uma das principais explicações para amarmos tanto o chocolate: a proporção de gordura e açúcar no alimento nos remete ao primeiro alimento que experimentamos em vida, o leite materno.

 

Origem amarga

 

No entanto, não foi sempre assim. Os Maias e os Astecas criaram uma bebida feita com o grão do cacau, chamada xocolatl, que significa, “água amarga”. Isso porque os grãos de cacau são naturalmente amargos. Com o tempo, foi-se aumentando a quantidade de açúcar e gordura, com o objetivo de torná-la mais saborosa ao nosso paladar. 

 

Textura e substâncias químicas

 

O chocolate é feito a partir da fermentação dos grãos e da polpa do cacau. Após a fermentação, esses elementos são secos e torrados, liberando um conjunto de compostos químicos, que juntos criam o aroma característico que tanto gostamos. Além disso, substâncias químicas psicoativas presentes em sua composição como a anandamida – neurotransmissor que estimula o cérebro assim como a cannabis – , a tiramina e a feniletilamina, – que possuem efeitos semelhantes ao das anfetaminas, os e os estimulantes teobromina e cafeína contribuem para o nosso amor pelo chocolate.

 

Já a textura cremosa ativa em nossas línguas receptores que detectam a mudança de textura e estimulam um sentimento de prazer.

 








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em CIÊNCIA E SAÚDE


Pesquisadores testam novo tratamento não tóxico contra o câncer
...


Tratamento com células-tronco reverte casos de impotência sexual
...


Pela 1ª vez um tratamento para síndrome de Down mostra eficácia
...


Estudo revela que utilizar GPS desliga áreas do cérebro
...

 









 
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE