Rondônia, - 13:45

 

Você está no caderno - Agronegocios / Pecuária
AGRONEGÓCIOS E AGROPECUÁRIA
Porto Velho: Frigorífico de peixe torna piscicultura mais rentável
Publicado Quarta-Feira, 8 de Fevereiro de 2017, às 14:05 | Fonte da Redação 0

 
 

Além do preço mas acessível, peixe poderá ser incluído na merenda escolar das escolas do município

 

O secretário Juca Castanheira, da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Semagric) visitou na última segunda-feira (6), o frigorífico de peixe da Cooperativa Agro Verde (Coopagroverde), localizada na Linha Progresso, Gleba 2, zona rural de Porto Velho. Acompanharam o secretário na inspeção o deputado federal Nilton Capixaba (PTB) e a secretaria adjunta da Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), Mary Braganhol.

 

Inaugurada no final do ano passado, a agroindústria de beneficiamento de pescado é um projeto-piloto do município e visa criar uma alternativa sustentável rentável para os pescadores e produtores rurais que trabalham com a aquicultura em Porto Velho. Na parceria firmada com a cooperativa, o município cedeu todo o equipamento necessário para o funcionamento do frigorífico.

 

“Como foi a prefeitura que equipou o frigorífico, tínhamos a necessidade de verificar se os equipamentos sendo bem utilizados e se a finalidade do frigorífico está sendo realmente cumprida. É intenção do prefeito dr Hildon Chaves incentivar mais parcerias como essa. Já está sendo estudada uma nos mesmos moldes para a Ponta do Abunã, no distrito de Extrema”, disse o secretário.

 

Atualmente, o frigorífico da Coopagroverde já atende as escolas da rede estadual de ensino fornecendo pescado para a merenda escolar. Mas a intenção do secretário Juca Castanheira, é incluir também as escolas municipais. Uma reunião com o secretário Zenildo Santos, da Secretaria Municipal de Educação (Semed) já foi agendada para que seja discutida a inclusão do peixe na merenda escolar no município.

 

“Esse programa é importante porque ele atende a demanda do pescado de cativeiro dos cooperados e produtores da agricultura familiar, visando agregar valor ao pescado para a merenda escolar e a população em geral. Por isso, já estamos trabalhando na elaboração de um conjunto de propostas para inserir na merenda o peixe e seus derivados”, reforçou o secretário.

 

Por meio da parceria, o município também cedeu o Caminhão do Peixe para a cooperativa com o propósito de que a entidade comercialize o pescado diretamente ao consumidor nos bairros a um preço mais acessível. “Com isso, a prefeitura garante a população de baixa renda, não só um produto com preço mais barato, mas também um alimento de qualidade”, adiantou o secretário da Semagric.

 

Texto Comdecom|Fotos Semagric 







Veja também em Agronegocios / Pecuária


Café arábica registra aumento no preço nesta sexta-feira (8)
No mercado financeiro, o preço da saca de 60 quilos do milho registrou aumento de 0,05% e é negociada a R$ 37,72 ...


Resultados do Censo Agropecuário são apresentados no interior do Estado
Durante a última semana, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) apresentou os resultados definitivos do Censo Agropecuário, realizado em 2017......


Fiscalização apreende mais de 6t de defensivos agrícolas ilegais no PR
Mais de seis toneladas de defensivos agrícolas ilegais foram apreendidos no Paraná, entre os dias 4 e 8 de novembro...


Boi gordo registra alta no preço nesta sexta-feira (8)
No mercado financeiro, o preço da carcaça suína especial saltou 0,13% e o produto é negociado a R$ 7,99 ...

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News