Rondônia, - 15:44
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco
   

 

Você está no caderno - Artigos
A essência divina da família e do povo!
A FACE DE DEUS NOS REFUGIADOS
A Igreja é na sua natureza a essência divina, usando a comum linguagem de povo de Deus, na rica e inefável alegoria do bom pastor, ao afirmar: “Eu sou o bom pastor, eu conheço minhas ovelhas e elas me conhecem” (Jo 10, 14).
Publicado Domingo, 22 de Maio de 2016, às 07:38 | Fonte Padre Geovane Saraiva 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=309539&codDep=33" data-text="A FACE DE DEUS NOS REFUGIADOS

  
 
 

www.kickante.com.b

Ilustração

A Igreja é na sua natureza a essência divina, usando a comum linguagem de povo de Deus, na rica e inefável alegoria do bom pastor, ao afirmar: “Eu sou o bom pastor, eu conheço minhas ovelhas e elas me conhecem” (Jo 10, 14). No bom pastor temos os pressupostos indispensáveis para sermos felizes e realizados, nos sinais por ele mesmo apresentados. Depende de nós percebermos suas características, a partir de sua incomensurável ternura, a não se cansar de amar e perdoar as pessoas, ovelhas do rebanho santo.padre-geovane_t

Como é maravilhoso, com a mente elevada e o coração aberto, ouvir a voz e perceber o desejo do bom pastor, na certeza de que nossa vida se encontra em suas mãos, no que afirmou o Papa Francisco, ao comentar o Evangelho do domingo do bom pastor: “Estas palavras ajudam-nos a compreender que ninguém pode considerar-se discípulo de Jesus, se não escuta a sua voz. E esse escutar não deve ser entendido de maneira superficial, mas envolvente, até ao ponto de tornar possível um verdadeiro conhecimento recíproco, a partir da qual pode surgir um seguimento generoso (…). Trata-se de um escutar não só com os ouvidos, mas também com o coração”.

Jesus ressuscitado vive para sempre junto a seu povo, querendo fazer novas todas as coisas (cf. Ap 21,5). A partir de suas santas chagas, suas chagas gloriosas, o Cristo Senhor nos proteja e nos guarde, como expressa tão bem a celebração da luz, na noite de Páscoa. Aqui convencemo-nos de que Jesus, na sua passagem da morte para a vida, nunca mais se afastará de seu povo, oferecendo-nos a misericórdia e o perdão, entendido como a “assepsia da alma, a faxina da mente e a alforria do coração” (Papa Francisco).

A ternura do bom pastor encarnada no Santo Padre, o Papa Francisco, depois de voltar da visita ao campo de refugiados, na Ilha de Lesbos, Grécia (16/04/2016), sensibilizou o mundo: “Senti vontade de chorar”, explicando o gesto concreto de convidar três famílias sírias, no total de 12 pessoas, para irem com ele ao Vaticano. E falou mais: “Depois daquilo que vi, daquilo que vistes, naquele campo de refugiados, dava vontade de chorar”, na conversa aos jornalistas, durante o voo de regresso a Roma. “Trago isso no coração; hoje havia mesmo que chorar”, assumindo se tratar de um “pequeno gesto”, gesto esse também encarnado por Madre Teresa de Calcutá, citando-a: “É uma gota de água no mar, mas, depois dessa gota, o mar já não será o mesmo”.

Pensemos, agradecidos, no pastor que está à frente da Igreja, exímio místico e talhado para as coisas mais elevadas, indicando-nos o sentido da mística cristã: “O cristão do futuro, ou será um místico ou não será nada” (Karl Rahner), compreendido  como o apego à oração, à meditação e à contemplação do mistério da cruz, configurado com o bom pastor, que, em seu sofrimento, vemos personificado nos refugiados. Assim seja!

*Pároco de Santo Afonso e vice-presidente da Previdência  Sacerdotal, integra a  Academia Metropolitana de Letras de Fortaleza – 

 

 

 





Notícia visualizada Contador de visitasvezes




Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em Artigos


Tragédia e triunfo Cinta Larga em três atos
Desde que o maldito garimpo foi descoberto/impulsionado, há aproximadamente 15 anos, morreram dezenas (centenas) de pessoas. Apenas no momento mais triste, havido em abril de 2004, 29 vidas se perderam no conflito que se estabeleceu na região....


MISTÉRIO! Cada um com as mentiras que assume
Tinha semana que perdia duas cabeças… Até que um dia perdeu o boi carreiro Bandeirante, que puxava uma das carroças da sua fazenda. Amaral andou pelos alagados, passeou pelos campos procurando vestígios e carcaças, e nada. Até que adentrou numa baí...


''O grande papel do Judiciário é a proteção dos direitos fundamentais das minorias'', afirma ministro
Por mais de 30 anos, a carteira da Ordem dos Advogados do Brasil de número 37769-RJ foi a principal identificação de Luís Roberto Barroso....


Família: minoria criativa que transforma a sociedade!
Hoje acontece a abertura da Semana Nacional da Família. Nossas preces, benção e homenagens a todos os pais, de modo especial, aos pais enfermos...

 

::: Publicidade :::



:: Publicidade :::

 
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE

Parceiros :::