Rondônia, - 18:16

 

Você está no caderno - Polícia
AJUDA NA resolução de crimes cibernéticos
Equipamentos recebidos pelo Instituto de Criminalística de RO auxiliarão na resolução de crimes cibernéticos
Através de convênio com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), o Instituto de Criminalística (IC) órgão vinculado a Superintendência Estadual de Polícia Técnico-Científica (Politec) de Rondônia, recebeu equipamentos de informática e softwares que vão aumentar a eficiência nas investigações e elucidação de crimes cibernéticos.
Publicado Quarta-Feira, 21 de Outubro de 2015, às 20:55 | Fonte Assessoria 0

 
 

Através de convênio com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), o Instituto de Criminalística (IC) órgão vinculado a Superintendência Estadual de Polícia Técnico-Científica (Politec) de Rondônia, recebeu equipamentos de informática e softwares que vão aumentar a eficiência nas investigações e elucidação de crimes cibernéticos.
Trata-se de duas estações periciais de alta capacidade, dois dispositivos de extração de informações de aparelhos celulares, um duplicador de discos rígidos e quatro softwares. Este aparato tecnológico, vai auxiliar o trabalho desenvolvido pela Seção de Informática Forense e Seção de Audiovisual. 
De acordo com o perito criminal Valnei de Lima, o equipamento permitirá a recuperação, extração e análise de dados de smartphones, celulares, tabletes e computadores, permitindo acesso às conversas de whatsapp, ligações, sms, fotos e vídeos. “Vamos conseguir extrair dados de uma variedade enorme de modelos de celulares. Antes tínhamos que improvisar, usar softwares diferentes para cada celular, cabos diferentes. E agora temos toda essa tecnologia concentrada em um só aparelho, o que certamente vai agilizar o trabalho”, explicou.
O perito esclareceu ainda, que essa tecnologia poderá ser aplicada tanto na resolução de crimes cibernéticos, quanto em outros casos diversos, como de pedofilia, homicídios e ameaças. Ele destacou também, o fato de que muitas informações relacionadas a vida das pessoas, na atualidade, estão registrada nos aparelhos móveis de comunicação. 
O perito criminal ressaltou que há 12 anos esses equipamentos eram esperados pela Seção de Informática Forense. “Antes tínhamos que transcrever manualmente as mensagens de celulares e tabletes. Depois passamos para um equipamento improvisado. Agora nosso trabalho será mais rápido”, ressaltou.
O software recebido pela Seção de Audiovisual faz a limpeza e traz qualidade às gravações de áudio que estejam com muito ruído e de difícil entendimento.
Para o superintendente da Politec, Girlei Veloso, esse é um momento muito importante para o IC. “A Senasp tem sido uma parceira importante e esses instrumentos vão permitem que possamos auxiliar a Justiça com maior eficiência”, afirmou.

Para o presidente do Sindicato dos Peritos Criminais de Rondônia (Sinpec), Edilson Almeida Souza, a criação da Politec começa a dar resultados importantes, que são fundamentais para o trabalho da Justiça e consequentemente, para a sociedade rondoniense. 







Veja também em Polícia


PF prende senegalês ao tentar obter visto de residência
Ele foi preso em flagrante quando realizava o pedido, com base em casamento, na PF ...


PF deflagra Operação Appius para apurar crimes de corrupção e lavagem de dinheiro
Foram cumpridos mandados em São Paulo/SP e Fortaleza/CE ...


Nota à imprensa
Nota de esclarecimento...


Polícia Federal deflagra operação que visa esclarecer derramamento de óleo no litoral brasileiro
Operação Mácula cumpre mandados de busca e apreensão em endereços ligados a representantes da empresa responsável pelo navio no qual teria ocorrido o vazamento ...

 
      

2019 - ARIQUEMES ONLINE - Informação Sem fronteiras
© 2007 - 2019 • Ernesto & Eugenio Comunicação

E-mail: [email protected]
Fone: (69) 9 9967-8787 (Operadora Oi - WhatsApp)
Porto Velho - Rondônia - Brasil

Política de privacidade e uso






 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News