Rondônia, - 16:48
Últimas Política Amazônia Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco

 

Você está no caderno - POLÍTICA
DESAFIO DE CONFÚCIO
DESAFIO DE CONFÚCIO
Das três principais obrigações constitucionais do estado com os cidadãos – saúde, educação e segurança
Publicado Sexta-Feira, 22 de Maio de 2015, às 12:04 | Fonte Osmar Silva 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=295459&codDep=19" data-text="DESAFIO DE CONFÚCIO
  
 
 

Das três principais obrigações constitucionais do estado com os cidadãos – saúde, educação e segurança -, o governo de Rondônia avançou nos dois primeiros. O terceiro está em construção desde o primeiro mandato. Embora autoridades do setor mostrem índices de redução em alguns delitos, não conseguem tirar da sociedade a sensação de falta de polícia no combate ao crime.
 
Quando o cidadão ver sua casa ou sua empresa invadida à luz do dia, à frente de todos, dominado e humilhado por bandidos que recolhem dinheiro e produtos, o sentimento de impotência e abandono toma conta de sua alma. Se no meio disso sua família é moral e fisicamente agredida, a revolta e a indignação não tem tamanho. Principalmente contra o governo, que come os seus impostos, e não lhe dá a proteção nenhuma.
 
A percepção pública, - quando alguém é abatido num ato sem causa, quando uma jovem é violentada e agredida ao retornar da escola ou da igreja, quando o idoso ver sua aposentadoria sendo levada por bandidos, - é de que não tem polícia nas ruas. E nem governo. 
 
E não adianta mostrar redução de homicídios e de mortes no trânsito. Mesmo sendo verdade. O que resolve é ver a polícia fardada e armada nas ruas, nas escolas, nos bancos, nos centros comerciais, nas praças, nos bairros, fechando as bocas de fumo, agindo, prendendo. Não dando moleza pra bandido. Como não vê, critica e condena. E conclui que a cidade está entregue aos bandidos. Reclamar! Pra quem?
 
O governo vem construindo as Unisps para oferecer infraestrutura física digna a policiais e cidadãos, vem investindo em polícia técnica, equipamentos e materiais, veículos terrestres e aéreos, na melhoria salarial dos profissionais da segurança. Em recente ato, derrubou entraves e realizou promoções em todos os escalões da Polícia Militar de Rondônia. De sargento a coronel. É, agora, uma das polícias mais bem pagas do país.
 
E o que ainda falta? Para deputados e vereadores que adoram reclamar, denunciar e exigir, em discursos raivosos, a ação do governo e da polícia na defesa do patrimônio e dos cidadãos, falta muita coisa. Principalmente PM.
 
Tanto que em recente discurso na Assembleia Legislativa, a deputada estadual Lúcia Teresa exigiu que o governo contrate, com urgência, mais policiais. Certamente por achar o efetivo pequeno para atender os quase dois milhões de rondonienses. Pode ser.
 
Mas dias antes o deputado estadual Hermínio Coelho obteve votos para aprovar lei garantindo segurança policial ao ex-procuradores geral do Ministério Público por tempo igual ao que exerceu a direção do órgão. É provável que a deputada Lúcia tenha votado a favor. E lá se vão mais meia dúzia de militares garantir a segurança de um único servidor público, cidadão igual a mim e a você. Embora ele discorde. Não é uma vergonhosa e imoral contradição? Não é esse mesmo ente público que tem obrigação constitucional de defender a isonomia e a igualdade de todos perante a lei?
 
Como vemos, não é fácil mudar as coisas. Mudar hábitos, mordomias, quebrar paradigmas. E esse é só um exemplo. Esses privilégios é que roubam os policiais das ruas. Sem falar nos que exercem funções burocráticas, própria de civis.  
 
Embora a Policia Militar já esteja se mexendo, garantir segurança continua sendo o desafio do governador Confúcio Moura. Se ele desatar esse nó, a deputada Lúcia não precisará pedir a contratação de mais PMs. E o cidadão sentirá segurança para trabalhar e construir, vendo policia nas ruas.  
 
OsmarSilva – Jornalista – sr.osmarsilva@gmail.com  

 








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em POLÍTICA


Joaquim Barbosa descarta entrada na política: ‘Sou muito pé no chão’
...


Por 8 a 3, STF aceita denúncia e Renan vira réu pela 1ª vez
...


Prefeita de Ribeirão Preto, Dárcy Vera, é presa na segunda fase da Sevandija
...


Emilio Odebrecht e executivos começam a assinar acordos de delação
...

 

      





2016 - ARIQUEMES ONLINE - Informação Sem fronteiras

© 2014 - 2017 • Ernesto & Eugenio Comunicação
jornal@emrondonia.com
redacao@ariquemesonline.com.br
(69) 9 9201-1314 (WhatsApp) - 9 9967-8787 (Oi)
Porto Velho - Rondônia - Brasil

Livre a reprodução, transmissão por broadcast, ou redistribuição dos conteúdos. Pede-se a citação do crédito.
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do EMRONDONIA.COM. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.










 
 
 
  EMRONDONIA.COM