Rondônia, - 01:20
Últimas Política Amazônia Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco

 

Você está no caderno - Economia
rondônia: projeção de aumento de 5% do PIB
Agronegócio assegura projeção de aumento de 5% do PIB de Rondônia
A tendência, de acordo com a Secretaria de Estado de Finanças (Sefin), é atípica em comparação com as estimativas de encolhimento acima de 1% do PIB nacional.
Publicado Sábado, 16 de Maio de 2015, às 17:08 | Fonte Abdoral Cardoso 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=295352&codDep=20" data-text="Agronegócio assegura projeção de aumento de 5% do PIB de Rondônia
  
 
 

Soja tem grande presença no agronegócio em Rondônia

As novas projeções do Produto Interno Bruto de Rondônia indicam uma tendência de crescimento de 5% até o final de 2015. A tendência, de acordo com a Secretaria de Estado de Finanças (Sefin), é atípica em comparação com as estimativas de encolhimento acima de 1% do PIB nacional.
 
Um exemplo é o dos U$ 20 bilhões de investimentos que Rondônia recebeu nos últimos cinco anos com a construção das usinas do rio Madeira. As obras de alvenaria já acabaram e agora as duas hidrelétricas estão apenas na fase de montagem das turbinas. Ao contrário das previsões pessimistas de algumas pessoas de que a economia iria decrescer, as perspectivas são de crescimento do PIB.
 
O “vácuo” de capital da redução dos investimentos resultante da construção das usinas hidrelétricas está sendo preenchido pelo agronegócio. Então Rondônia é um Estado que se reinventa e tem capacidade de manter sua economia numa linha constante: “é impressionante!”, disse o secretário de Finanças, Wagner de Freitas.
 
Um dos fatores que mantêm a economia regional em linha de crescimento constante, segundo o secretário, é a evolução do agronegócio no Estado. A produção no setor já era significativa e ganhou maior volume com a expansão das áreas de cultivo de soja. “É impressionante a capacidade do Estado em se reinventar economicamente”, afirmou.
 
O cultivo da soja como um dos produtos de ponta do agronegócio representa dinheiro novo no mercado. Somam-se ao agronegócio, investimentos em obras pactuadas pelo governo estadual com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), a partir do Programa Integrado de Desenvolvimento e Inclusão Socioeconômica (Pidise), e por meio do Programa de Apoio ao Investimento dos Estados e do Distrito Federal (Proinveste).
 
Os investimentos somam R$ 800 milhões. Recursos no valor de R$ 263,9 milhões do Pidise estão em processo de licitação para a realização de obras em setores, como Educação, Desporto e Lazer, Saúde, Assistência Social, Segurança Pública, Produtivo, Tecnologia da Informação e Modernização da Gestão Pública em vários municípios do Estado.
 

O Proinveste é responsável pela aplicação de R$ 238 milhões do total de R$ 438 milhões, contratados em dezembro de 2012 com o Banco do Brasil. O BB, a Caixa Econômica Federal (CEF) e o Banco da Amazônia (Basa) também abriram linhas de crédito para o setor produtivo. “Tudo é capital, é dinheiro investido no mercado. Isso sustenta a nossa economia”, disse Wagner de Freitas. 








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em Economia


Nova Mamoré quer educação empreendedora nas escolas
Programas do Sebrae que incentivam o empreendedorismo para alunos do ensino fundamental devem ser implantados nos próximos meses. A capacitação de professores......


Toyota vai investir R$ 600 milhões para ampliar fábrica em SP
...


Apesar de otimismo, OCDE vê PIB do Brasil como o pior entre países do G20 em 2016 e em 2017
...


Iraque concorda com corte de produção de petróleo, diz primeiro-ministro
...

 









 
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE