Rondônia, - 22:50

 

Você está no caderno - NACIONAL
enem 2015
Enem tem pior em redação e mais de 500 mil tiram zero
Mais de meio milhão de estudantes demonstraram que não se expressar por escrito, tiraram zero na redação do Enem. As notas no geral pioraram. Quem zerou redação não pode concorrer às 200 mil vagas em universidades públicas. Apenas 250 alunos conseguiram pontuação máxima.
Publicado Quarta-Feira, 14 de Janeiro de 2015, às 07:57 | Fonte Bom Dia Brasil 0

 
 

Foto: ilustração

''Redação'' Palmeirense

Mais de meio milhão de estudantes demonstraram que não se expressar por escrito, tiraram zero na redação do Enem. As notas no geral pioraram.
Quem tira zero na redação perde a vaga na universidade.
É, fica sem chance de entrar, pelo menos agora, nas quase 130 universidades públicas. Mais de 520 mil alunos, quase um em cada dez, tiraram zero na redação. O desempenho em matemática também ficou 7% abaixo do registrado no Enem anterior.
 
 
 
Mais de 6 milhões de estudantes fizeram o Enem no ano passado, a estudante Geovana Salomão passou a terça-feira (13) tentando saber a nota que tirou. O resultado saiu no início da noite. Ela já garantiu uma vaga na Universidade de Brasília, mas quer usar o Enem para realizar um sonho. “Vai ser a minha porta de entrada para a UFRJ, que é a que eu realmente quero”, conta.
Segundo o MEC, vários ataques de hackers ao site do Inep atrasaram a divulgação do resultado, que piorou em relação a 2013. Na média geral, as notas caíram 1%. Mas as redações preocuparam, queda de quase 10%. Mais de 500 mil estudantes tiraram zero. Em 2013, foram 106 mil. E apenas 250 conseguiram a nota máxima. No Enem anterior, quase o dobro.
As notas de matemática também caíram, 7%. A média de ciências humanas melhorou 5%, ciências da natureza e linguagens também subiram.
Quem zerou a redação não vai poder usar o Enem para concorrer a uma das 200 mil vagas oferecidas em quase 130 universidades públicas. A inscrição para o Sistema de Seleção Unificada, o Sisu, começa na segunda-feira (19).
O ministro da Educação acha que o tema da redação, publicidade infantil, tornou a prova mais difícil para os estudantes. Em 2013, o assunto era mais popular: a Lei Seca. Mas Cid Gomes reconhece que precisa melhorar a qualidade do ensino no Brasil.

“O diagnóstico frio que se faz do ensino público brasileiro é de que deixa muito a desejar. A gente tem muitos desafios. Do infantil, no fundamental e do médio, o maior desafio onde a gente tem as menores notas, a menor performance dos alunos é no ensino médio. Esse é sem dúvida o nosso maior desafio”, afirma o ministro da Educação Cid Gomes. 







Veja também em NACIONAL


Campanha de vacinação contra a gripe termina na sexta-feira (5)
Na reta final de imunização contra o vírus Influenza, Ministério da Saúde informa que campanha realizada em todo país não deve ter prorrogação...


Confiança dos empresários sobe 9,8 pontos em maio, diz FGV
O indicador chegou a 65,5 pontos, em uma escala de zero a 200 pontos...


Caixa credita auxílio emergencial em contas dos beneficiários
Hoje é a vez dos nascidos em fevereiro...


IPC-S fecha maio com queda de preços de 0,54%
Pesquisa é da Fundação Getúlio Vargas (FGV)...

 



 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News