Rondônia, - 09:32

 

Você está no caderno - Polícia
Alta periculosidade
Acusado de atentar contra a vida de agentes federais, ex-presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia quer liberdade
O ex-presidente do Poder Legislativo Estadual, Valter Araújo, preso desde o dia 26 de setembro, após se apresentar no Fórum Criminal de Porto Velho, foi ouvido na manhã desta segunda feira, 21/10, pelo juiz Franklin Vieira, titular da 3ª Vara Criminal da Comarca da Capital.
Publicado Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2013, às 22:03 | Fonte da Redação 0

 
 

Porto Velho - Rondônia - O ex-presidente do Poder Legislativo Estadual, Valter Araújo, preso desde o dia 26 de setembro, após se apresentar no Fórum Criminal de Porto Velho, foi ouvido na manhã desta segunda feira, 21/10, pelo juiz Franklin Vieira, titular da 3ª Vara Criminal da Comarca da Capital.
O ex-parlamentar é acusado pelo Ministério Público dos crimes de falsidade ideológica e corrupção. Araújo chegou ao Fórum Criminal da capital por volta das 8h30 (horário local), algemado e escoltado por policiais militares. 
 
 
Ele prestou depoimento por três acusações. Duas por falsidade ideológica e outra por corrupção, ambas denunciadas na Operação Termópilas. 
Valter Araújo foi preso durante a Operação Termópilas, deflagrada em novembro de 2011, suspeito de chefiar uma quadrilha que desviou pelo menos R$ 12 milhões dos cofres da Assembléia Legislativa. 
Desde de dezembro de 2011, ele estava foragido da Justiça, desde que foi solto após pedido de habeas corpus favorável e, em seguida, revogado pelo Superior Tribunal de Justiça (STF). 
Além da acusação de chefiar uma quadrilha Araújo também foi apontado como mandante de uma emboscada contra agentes da Polícia Federal durante as investigações.
Entrega à Justiça
No dia 26 de setembro último, Valter se entregou à Justiça e, de acordo com sua defesa, durante todo o período em que esteve foragido, permaneceu em casa, em Porto Velho. Desde então, Valter está à disposição da Justiça na Colônia Agrícola Penal Ênio Pinheiro, na capital.
Operação Termópilas
A operação foi deflagrada no dia 18 de novembro de 2011, com o cumprimento de 10 mandados de prisão preventiva, quatro de temporárias e 57 ordens de busca e apreensão em seis cidades do estado. Dos vinte e quatro deputado, apenas Valter foi preso.
De acordo com a denúncia do Ministério Público, a quadrilha atuava em um esquema fraudulento que favorecia empresas em licitações e contratos de prestação de serviço a órgão do governo, especialmente nas Secretarias de Estado da Saúde (Sesau) e Secretaria de Justiça (Sejus).
No total, 20 pessoas foram indiciadas em setenta ações penais respondendo pelos crimes de:formação de quadrilha, corrupção ativa e passiva, lavagem de dinheiro, violação de sigilo, entre outros.
Espera-se que o depoimento de Araújo seja revelador.
 
Autor: Rondonoticias







Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em Polícia


PRF apreende carga de madeira ilegal em Guajará-Mirim
O transporte era realizado sem as documentações necessárias, o que configura a prática de crime ambiental...


Ladrão tenta roubar caminhonete de idosos, mas bate veículo em portão, em Vilhena, RO
Criminoso ameaçou vítimas com barra de ferro. Ele fugiu e ainda não foi identificado. ...


Homem é preso na fronteira com o Paraguai ao tentar levar droga para Rondônia
Um dos passageiros, um homem de 21 anos de idade, transportava 20 quilos do entorpecente e disse que foi contratado para levar a mala com a droga até Ji-Paraná (RO)....


Polícia Civil faz operação para capturar foragidos da Justiça
Uma operação nacional, deflagrada hoje (24) pela Polícia Civil, captura dezenas de foragidos da Justiça em todo o país....

 




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News