Rondônia, - 13:25

 

Você está no caderno - NACIONAL
BOLETIM DA CNBB (22/08)
Falece o arcebispo emérito de Marabá (PA) dom José Foralosso
No dia 05 de junho, dom Foralosso, que tinha 74 anos, celebrava no púlpito do altar, quando caiu e bateu com a cabeça, sendo levado às pressas ao Hospital Regional Geraldo Veloso, em Marabá (PA). No hospital foi constatado o Acidente Vascular Cerebral (AVC).
Publicado Quarta-Feira, 22 de Agosto de 2012, às 18:31 | Fonte CNBB 0
https://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=285030&codDep=30" data-text="Falece o arcebispo emérito de Marabá (PA) dom José Foralosso

  
 
 

 

Falece o arcebispo emérito de Marabá (PA) dom José Foralosso

Em coma há mais de dois meses, hoje, 22 de agosto, falece o arcebispo emérito de Marabá (PA) dom José Foralosso.

No dia 05 de junho, dom Foralosso, que tinha 74 anos, celebrava no púlpito do altar, quando caiu e bateu com a cabeça, sendo levado às pressas ao Hospital Regional Geraldo Veloso, em Marabá (PA). No hospital foi constatado o Acidente Vascular Cerebral (AVC).

Após todos esses dias em coma, o arcebispo veio a falecer hoje.

Dom José Foralosso pertencia à congregação dos Salesianos, e foi ordenado bispo no ano de 1992, em campo Grande (MS). Também atuou como bispo de Guiratinga (MT), no período de 1991 a 2000. Ateriormente, o arcebispo exerceu a função de pároco por vinte anos.


JMJ 2013: começam as inscrições

Depois de lançar o Manual de Inscrições do Peregrino, a Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Rio2013 dá mais um passo para garantir a participação dos jovens e organizar dos grupos. As inscrições serão abertas no próximo dia 28 de agosto. Segundo a diretora do Setor de Inscrições da JMJ Rio2013, Irmã Maria Shaiane Machado, será um dia significativo para a JMJ.

"No momento da inscrição o grupo de peregrino poderá optar pelo tipo de pacote. Assim poderemos acolher o peregrino em suas necessidades". "A inscrição no portal oficial da JMJ Rio2013 representa uma pré-reserva. A confirmação da inscrição é o pagamento", disse. "O peregrino já pode optar pelo seu pacote e a JMJ está se organizando para acolhê-lo".

Desde o último dia 31 de julho, está disponível online o Manual de Inscrições de Peregrinos. Nele estão todas as orientações necessárias para preparar da melhor forma o grupo. As inscrições serão feitas em grupo por meio de um responsável (chamado de “responsável pelo grupo”). Além desse, haverá um “segundo responsável”. Para grupos mistos, preferencialmente um responsável masculino e um feminino. Os valores têm variações, tanto da modalidade dos pacotes (que poderão ou não incluir alojamento e alimentação), quanto por classificação dos países. Para ajudar que peregrinos de países economicamente mais pobres possam participar das JMJs, eles são classificados nas classes A, B e C.

A classificação dos países e os tipos de pacotes definem os valores. Serão 21 tipos de pacotes com valores que variam de R$ 100,70 a R$ 577,60. Esses valores são válidos até 31 de janeiro de 2013, incluindo um desconto de 5%. Após esse período, as variações são de R$ 106,00 a R$ 608,00.

Os grupos deverão ter até 50 peregrinos, incluindo os responsáveis. Grupos maiores deverão ser divididos em subgrupos de até 50 pessoas, que poderão estar vinculados entre si por um grupo principal. A vinculação entre os grupos não garante que todos ficarão juntos. O alojamento oferecido pelo COL será por região linguística. Também outros fatores podem ser decisórios, como por exemplo, a distância dos pagamentos entre os grupos.

As inscrições serão realizadas exclusivamente online, através do portal oficial da Jornada - www.rio2013.com. "Incentivamos a todos que façam sua inscrição em grupo, que podem ser formados nas paróquias, comunidades, movimentos católicos, escolas, universidades", diz irmã Shaiane.

Os candidatos ao voluntariado que não forem selecionados deverão fazer a inscrição como peregrinos.

 

TODAS AS INFORMAÇÕES NO SITE OFICIAL DA JORNADA

www.rio2013.com


Nota de condolências pelo falecimento de dom José Foralosso

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) manifesta o seu pesar pelo falecimento de dom José Foralosso, bispo emérito de Marabá (PA). O falecimento ocorreu na manhã desta quarta-feira, 22 de agosto, em um hospital em Marabá. O bispo estava internando, em estado de coma, desde 5 de junho, quando teve um AVC enquanto celebrava a eucaristia.

A biografia de dom José tem a marca do entusiasmo e dedicação ao serviço pastoral. Italiano, fez a sua preparação para o ministério presbiteral em Roma, onde professou como religioso Salesiano. Em sua congregação, colaborou por alguns anos na formação e na pastoral paroquial.

Transferido para o Brasil, atuou, por mais de vinte anos, em diversas paróquias, e fez o curso superior de pedagogia. Em 1991, foi nomeado pelo papa João Paulo II como bispo da diocese de Guiratinga (MT), onde esteve até 2000, quando foi transferido para Marabá (PA).

Seu lema episcopal “Ut vitam habeant” (Para que tenham vida) resume a dedicação com que serviu à Igreja em frentes desafiadoras da ação evangelizadora. Estamos unidos aos familiares de dom José, a dom Jesus Maria, Administrador Apostólico, aos religiosos salesianos e ao povo de Marabá. Agradeçamos a Deus, na experiência de confiança e de fé nas promessas do Ressuscitado.

Dom Leonardo Ulrich SteinerBispo auxiliar de BrasíliaSecretário geral da CNBB


Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família agradece a Semana Nacional da Família

Após a realização da Semana Nacional da Família, que aconteceu entre os dias 12 a 18 de agosto, a Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), elaborou um texto agradecendo a “fecunda Semana Nacional da Família” e solicitou uma avaliação do sobre o subsídio ‘Hora da família’.

Leia a mensagem e colabore participando da avaliação ao final do texto:

A Comissão Episcopal Pastoral para a Vida e a Família bendiz a Deus por mais uma Semana Nacional da Família. Uma semana abençoada e fecunda para as famílias brasileiras. Comunidades Paroquiais de várias regiões do Brasil celebraram a Semana Nacional da Família, através de encontros, conferências, carreatas, procissões, cursos, homenagens, celebrações litúrgicas e, de tantas e diferentes atividades que promoveram a família como “patrimônio da humanidade”, o dom precioso da família, como um dos tesouros mais importantes dos povos latino-americanos…escola de fé, transmissora de valores humanos e cívicos, lar em que a vida humana nasce e é acolhida generosa e responsavelmente (Bento XVI).  E ainda, a Semana Nacional da Família possibilitou a visibilizarão de inúmeros grupos, movimentos, serviços, pastorais que na singeleza evangélica, trabalham em prol da família.

Deus seja louvado por tantas pessoas que, aproveitando esse espaço especial para Evangelizar com e a família, aceitaram o convite desafiante do Senhor em anunciar a beleza da família como dom para toda humanidade.

A Pastoral Familiar com toda a intensidade, vigorosidade e fecundidade, que lhe são próprias,  pode contribuir, em especial nessa semana,   para que a família brasileira seja, de fato, lugar de realização humana, de santificação na experiência de paternidade, maternidade e filiação e da educação contínua e permanente da fé (DGAE 2011-2015 ).

Parabéns a todas as pessoas que nessa semana dedicaram tempo, dedicação e recursos próprios para que a Família pudesse ser cada vez mais família.

Com sentimento de gratidão a Deus e a todos que participaram e se empenharam para a realização frutuosa da Semana Nacional da Família, 2012, convidamos a colaborarem para a elaboração da “ Hora da Família” 2013 respondendo algumas perguntas abaixo organizadas, enviando-nos as resposta o mais breve possível. Pois, já iniciamos a elaboração da “Hora da Família” do ano que vem, cujo tema será: Pais e Filhos, em vista da Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro.

Participe e envie suas respostas para: famí[email protected]

1) O que você (e/ou grupo) mais gostou?

2) O que você (e/ou grupo) menos gostou?

3) O que poderia melhorar?

Tema (  )Orações (  )                                    Assuntos (  )                                    Conteúdo Capa (  )Cantos (  )Formato das celebrações (  )               Preço (  )Outro: (  )  Qual?Dê sua sugestão:

4) Como e onde você (e/ou grupo) utiliza (ou) a "Hora da Família"?

5) Em que mais a "Hora da Família" ajuda (ou) você (e/ou seu grupo)?


Em mensagem, comissão Bíblico-Catequética parabeniza catequistas do Brasil

Em celebração ao Dia dos Catequistas no Brasil, o presidente da Comissão Episcopal Pastoral Bíblico-Catequética da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Jacinto Bergmann, divulgou uma mensagem parabenizando e abençoando a todos os catequistas.

Na mensagem, o presidente se refere aos catequistas como discípulos, e agradece o trabalho de evangelização prestado. “[...] só podemos louvar a Deus pelo indispensável serviço prestado ao nosso povo de Deus, como catequistas, na educação da fé iniciando à vida cristã [...]”, mencionou dom Jacinto no texto.

Leia a mensagem na íntegra:

Mensagem aos/às catequistas do Brasil

Neste ano de 2012, o que dizer, de coração, celebrando o Dia do/a Catequista dentro do Mês Vocacional, a todos/as os/as catequistas do nosso querido Brasil? Ano de 2012: ano que teve como Tema Central da 50ª Assembléia Geral da CNBB e resultou no Documento 97: “Discípulos e Servidores da Palavra de Deus na Missão da Igreja”?; ano que vivenciará o início do “Ano da Fé”, proclamado pelo Papa Bento XVI, marcando o 50º aniversário da abertura do Concílio Vaticano II e o 20º aniversário da publicação do Catecismo da Igreja Católica?; ano que terá a XIII Assembléia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos com o tema “A Nova Evangelização para a Transmissão da Fé Cristã”? Só estes três eventos, ligados diretamente ao nosso ministério bíblico-catequético, já fazem esse ano de 2012 especial!

Tendo tudo isso presente, só podemos louvar a Deus pelo indispensável serviço prestado ao nosso povo de Deus, como catequistas, na educação da fé iniciando à vida cristã. E, louvando a Deus, quero, em nome da Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-Catequética” da CNBB, parabenizar a todos/as catequistas: o nosso Deus Trindade lhes cumule de toda a benção, sim, no sentido mais bíblico de bênção: “garantia da Sua presença”. Nós precisamos, continuamente, no árduo ministério bíblico-catequético, desta “presença garantida do Senhor”!

E por falar em Bíblia, que contem a Palavra de Deus, reforça e anima o nosso ministério as palavras do Papa Bento XVI, escritas na Exortação Apostólica Pós-Sinodal Verbum Domini: “A atividade catequética implica sempre abeirar-se das Escrituras na fé e na Tradição da Igreja, de modo que aquelas palavras sejam sentidas vivas, como Cristo está vivo hoje onde duas ou três pessoas se reúnem em seu nome (cf. Mt 18,20). A catequese deve comunicar com vitalidade a história da salvação e os conteúdos da fé da Igreja, para que cada fiel reconheça que a sua vida pessoal pertence também àquela história” (VD, n. 74).

Um abraço fraterno e caloroso,

Dom Jacinto Bergmann,Arcebispo de Pelotas e presidente da Comissão Episcopal Pastoral Bíblico-Catequética da CNBB.


Programação do 2º EBRUC prevê variedade e inovação das atividades

O comitê organizador do 2º Encontro Brasileiro de Universitários Cristãos (EBRUC) está finalizando a programação oficial do evento. Em breve serão disponibilizados temas e conteúdo programático das várias oficinas que marcarão o encontro. A programação também incluirá espaços de areópagos, rodas de conversa, palestras e apresentações culturais como o show com A Banda Mais Bonita da Cidade, além de momentos de oração, celebrações eucarísticas, diálogos abertos com bispos e outras surpresas.

Universitários, agentes de pastoral e interessados pela reflexão e ação evangelizadora no meio acadêmico são esperados no encontro que será realizado de 12 a 14 de outubro de 2012 no Colégio Marista Santa Maria, em Curitiba. “Incluímos não somente os que ainda estão na universidade, mas também os que já concluíram a graduação, pois todos são parte de uma mesma teia, frutos de uma mesma planta: o mundo da juventude universitária”, ressalta a assessora nacional do Setor Universidades, irmã Maria Eugenia Lloris Aguado.

O 2º EBRUC terá início na sexta-feira, 12 de outubro, às 8 horas, com momento especial de acolhida entre os participantes: o Chega Mais. Esse momento de grande entrosamento, organizado pelo irmão Adriano Brollo, marcou o a primeira edição do encontro em Betim (MG), em 2010, e será repetido em Curitiba (PR) este ano.  Contudo, os organizadores dessa segunda edição também apostam em muitos elementos novos que, segundo eles, surpreenderão os participantes.

O encontro tem seu término previsto para as 13 horas de domingo, 14 de outubro, logo após o almoço. O último dia do evento terá a tarde livre para possibilitar que os participantes conheçam a capital paranaense, famosa por seus belos pontos turísticos. E para evitar que os participantes conheçam a cidade carregando malas, o Colégio Marista Santa Maria, que sediará o evento, permanecerá aberto até às 19 horas para que os participantes retirem suas malas somente depois do passeio.

“Serão disponibilizados mapas e indicações de turismo em Curitiba, mas não formaremos guias para sair com os participantes, apenas disponibilizaremos informações suficientes para orientar a todos sobre como conhecer os melhores lugares. E todos poderão aproveitar que no domingo a passagem de transporte coletivo custa apenas R$ 1,00”, garante um dos membros do comitê organizador, Alexssandro Domingues de Lima.

Os participantes do EBRUC receberão certificados de 20 horas complementares emitidos pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB)  e Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC - PR). Os certificados serão assinados pelo bispo referencial do Setor Universidades da CNBB, dom Tarcísio Scaramussa, e pelo reitor da PUCPR, irmão Clemente Ivo Juliatto.

As inscrições para o 2º EBRUC estão abertas e podem ser feitas até o dia 19 de setembro no sitewww.ebruc.setoruniversidades.org.br. O investimento de R$ 75,00 inclui hospedagem e alimentação.

Feira Universitária

No 2º Encontro Brasileiro de Universitários Cristãos (EBRUC) será montada uma Feira Universitária. A Feira abrirá espaço para exposição de projetos de evangelização no meio universitário desenvolvidos por pastorais, movimentos e outros grupos presentes no encontro. Cada universidade, pastoral, movimento ou paróquia poderá apresentar seu material, como cartazes e folders, para fazer a divulgação das suas atividades e provocar a troca de experiências entre os participantes. A Feira permanecerá a disposição dos participantes durante todo o período do encontro.

Os participantes do 2º EBRUC, que será realizado de 12 a 14 de outubro de 2012 em Curitiba, no Paraná, também são convidados a apresentar camisetas de seus grupos e movimentos universitários para a montagem de um painel que será enviado para o Congresso Mundial de Universidades Católicas (CMUC).  Os organizadores alertam que as camisetas não serão devolvidas, elas farão parte do acervo histórico do EBRUC.

O CMUC acontece na PUC Minas, entre os dias 18 e 21 de julho de 2013, no campus Coração Eucarístico. O evento, que deve reunir um público de quatro mil pessoas de várias partes do mundo, acontece dentro do contexto da Semana Missionária BH.  A Semana Missionária e o CMUC antecedem a 27ª Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que será realizada na semana seguinte, de 23 a 28 de julho, no Rio de Janeiro, com a presença do Papa Bento XVI.


3º Missal Romano está em fase de revisão

A Comissão Episcopal para os Textos Litúrgicos (Cetel), da Conferência nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), está reunida desde o dia 21 de agosto, e irá até o dia 23, para dar continuidade ao trabalho de revisão do 3º Missal Romano Tempo Comum. Nesta fase, a comissão está analisando a tradução para o português já que os textos originais, de Roma (Itália), são escritos em latim.

O trabalho de tradução é amplo e complexo, os textos além de traduzidos, são ajustados de forma com que tenham mais sintonia com as características e a linguagem de cada povo. “Cada Conferência Episcopal deve proporcionar à liturgia, mais sintonia com a cultura e a linguagem. Dessa maneira esperamos levar ao povo católico cristão, a possibilidade de orar e rezar, compreendendo, o melhor possível, o sentido das palavras que são pronunciadas”, explicou o presidente da Cetel, e bispo de Livramento de Nossa Senhora (BA), dom Armando Bucciol.

“Estamos analisando os prefácios, como o texto é em latim analisamos até se há musicalidade, ao traduzir para o português”, disse o arcebispo de Porto Alegre (RS), e membro da comissão, dom Dadeus Grings. O arcebispo disse ainda que o trabalho é feito de forma muito minuciosa devido à complexidade da revisão. “Analisamos cada trecho do texto até chegarmos à unanimidade, então não é um trabalho rápido. É um trabalho muito rico e de muito empenho para chegarmos a um texto mais bonito e significativo”.

Os textos, primeiramente, são traduzidos, a Cetel revisa a tradução. Em seguida, o texto revisado, é mandado para os bispos em todo o Brasil, para que façam emendas. “Em fevereiro ou março de 2013, faremos nossa próxima reunião, a Cetel analisará se acolhe ou não, as emendas dos bispos”, explica padre Hernaldo.

Após a aprovação das emendas pela Cetel, o texto é levado para aprovação na Assembleia Geral dos Bispos do Brasil. Caso, o texto seja aprovado, em votação dos bispos, é enviado a Roma, para que seja reconhecido pela Santa Sé. Para cumprir a atividade, são realizadas três reuniões anuais para a discussão e aprofundamento dos textos litúrgicos.

“O texto só será utilizado depois de totalmente aprovado e totalmente reconhecido por Roma”, disse o assessor. A partir da aprovação de Roma, o 3º Missal Romano passa a ter o uso obrigatório. “Atualmente é utilizada a segunda edição típica, que perderá o vigor quando for publicada a terceira edição”, esclareceu padre Hernaldo.


Formação para a JM em Ipameri: estudo da Missão à luz da Palavra de Deus

Ipameri (GO) acolheu no fim de semana, dias 17 a 19, o Encontro de Lideranças da Juventude Missionária (ELJUMI - Nível 2) que teve como tema “A Missão à luz da Palavra de Deus”, assessorado pelo secretário nacional da Pontifícia Obra da Propagação da Fé, padre Marcelo Gualberto. O evento reuniu 15 jovens das dioceses de Ipameri e Jataí.

Este encontro (Nível 2) é focado no aprofundamento da dimensão missionária na Bíblia.  O assessor apresentou A missão no Antigo Testamento, nos quatro Evangelhos, nos Atos dos Apóstolos e na Teologia Paulina. Segundo padre Marcelo, apresentar a missão na Bíblia é fundamental para que os jovens missionários conheçam raiz da missão. “Estudar a Missão na Bíblia fundamenta a dimensão missionária e os jovens precisam conhecer a sua origem. Através desse estudo mostramos que temos uma base e assim fortalecemos a Juventude Missionária”, comentou.

No Antigo Testamento, o assessor mostrou que a missão é apresentada sem a elaboração do conceito como o conhecemos hoje. “Os livros do Antigo Testamento falam do envio a partir do verbo Shalah, que vai aparecer 847 vezes, mas não deixa claro o conceito de missão”, disse. Já no Novo Testamento, o conceito aparece de maneira mais elaborada. “No Novo Testamento se trabalha a missão nos quatro Evangelhos, mesmo sem unicidade, cada Evangelho trabalha o termo que começa a ser elaborado do modo como o concebemos hoje”, explicou padre Marcelo.

Ainda segundo o assessor, durante a formação foi dado destaque à missão nos Atos dos Apóstolos, que trata do itinerário da missão e da expansão do Cristianismo a partir do trabalho dos primeiros apóstolos em anunciar o Evangelho. E, por último à missão na Teologia Paulina que se volta à dimensão da missão universal com base nos atos do apóstolo Paulo, chamado de apóstolo dos gentios por ser aquele que evangelizou os pagãos e os povos dispersos.

Os encontros de formação para líderes da Juventude Missionária fazem parte de um processo continuado, divididos em cinco níveis. O primeiro estuda a missão na bíblia; o segundo a missão à luz da Palavra de Deus; o terceiro aborda os documentos da Igreja; o quarto e quinto, por sua vez, tratam da “Missão e a Doutrina Social da Igreja” e o “Protagonismo Juvenil na Missão Ad Gentes”. “Desta forma acreditamos que aqueles que estão à frente da JM pelo Brasil tendo um pouco mais destes conhecimentos poderão dar mais qualidade para seus grupos fazerem o repasse nas bases”, afirmou Gualberto.


Curso de Ecumenismo no Regional Sul II

Nos dias 17, 18 e 19 de agosto de 2012 no Instituto Salete, Jardim Social, Curitiba, estiveram reunidos alguns representantes das Comissões sobre Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso de algumas Dioceses do Paraná (Regional Sul 2 da CNBB) com o intuito de iniciar uma articulação deste trabalho nas Províncias Eclesiásticas e respectivas Dioceses do estado.

O encontro contou com a presença do bispo referencial para o Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso do Regional Sul 2 (PR), dom Moacyr José Vitti, com o assessor Nacional da CNBB, padre Elias Wolff e com o Assessor do Regional Sul 2, padre Audinei Carreira da Silva. As Dioceses representadas, de um total de 16, foram 8: Curitiba, Apucarana, Londrina, Maringá, Palmas-Francisco Beltrão, Jacarezinho, Umuarama e Paranavaí.

Padre Elias Wolff orientou o Curso, tratando das questões teológicas e pastorais do ecumenismo e do diálogo inter-religioso. Destacou que para se avançar no ecumenismo é necessário rever a eclesiologia que possuímos. O ecumenismo é constitutivo do modo de ser Igreja, e somente uma Igreja no horizonte do Concílio Vaticano II é que se configura aberta para o ecumenismo. Os cristãos católicos que possuem resistências ao ecumenismo não seguem o Vaticano II.

No dia 17, após a recepção e acomodação dos presentes, houve na sala de conferência uma oração inicial, a auto-apresentação dos presentes e a elaboração do Cronograma de atividades. Na sequência, o conferencista, padre doutor Elias, iniciou sua fala, na qual abordou diversos temas relacionados ao Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso. No dia seguinte, após o café e a oração da manhã, a fala de padre Elias prosseguiu até às 11h, quando dom Moacyr presidiu  a Santa Missa pela União dos Cristãos.

No período da tarde, padre Elias prosseguiu sua conferência até às 18h30, quando houve o jantar, um momento de confraternização e a projeção de um filme sobre a questão ecumênica no Concílio Vaticano II. No dia 19, às 7h da manhã, padre Audinei presidiu a missa convidando todos a celebrar com ele o seu 390 aniversário de Sacerdócio. Após o café, o representante de cada Diocese presente apresentou de forma sucinta o trabalho que está sendo feito na sua região sobre o tema. Em seguida, padre Elias comentou um pouco tais apresentações, sintetizando-as em três focos: formação, ação social conjunta e aspecto celebrativo.

Finalmente, após uma breve avaliação do encontro, foram feitos alguns encaminhamentos: 1) Reunir uma vez por ano os representantes das Dioceses que estiveram presentes e, se possível, das Dioceses ausentes; 2) Constituir uma Comissão Regional a partir das quatro Províncias Eclesiásticas do PR; 3) Despertar e articular, a partir de cada Província Eclesiástica, o trabalho ecumênico, iniciando pela escolha de uma pessoa referencial em cada Diocese, em sintonia com o assessor Regional, padre Audinei, com o objetivo de se formar, posteriormente, onde ainda não existe, uma Comissão sobre o Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso em cada Diocese. Após o encontro, a Comissão Regional, formada pelos representantes das quatro Províncias Eclesiásticas reuniram-se, a fim de elaborar um Plano Estratégico para o próximo ano.

“O encontro foi muito positivo para a convivência e aproximação daqueles que se identificam com esta causa. Foi também um excelente momento de partilha das experiências de Ecumenismo e Diálogo Inter-religioso vividas em cada realidade particular. Além disso, serviu como uma força motivadora para avançar ainda mais nesta questão, uma vez que esta temática ainda é periférica nos ambientes internos e externos da Igreja”, afirmou padre Elias.


Estado de saúde de dom Helio Gonçalves Heleno

Dom Emanuel Messias de Oliveira, bispo diocesano de Caratinga (MG), enviou carta ao povo, nesta terça-feira, 21 de agosto, para dar notícias sobre o estado de saúde de dom Helio Gonçalves Heleno, bispo emérito. Ele se encontra internado no Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, em Caratinga. Seu quadro geral é estável.

Leia a Carta:

 

Dom Emanuel Messias de Oliveira, bispo diocesano de Caratinga, reafirma aos órgãos de imprensa regionais e à comunidade em geral que seu antecessor, dom Hélio Gonçalves Heleno, de 77 anos, segue internado no Hospital Nossa Senhora Auxiliadora, em Caratinga.

Dom Hélio Gonçalves Heleno deu entrada no Hospital às 23h30 de quinta-feira, 16 de agosto, para o tratamento de uma pneumonia. No dia seguinte, foi encaminhado para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), onde se encontra até o momento.

Em nota anterior, datada de 20 de agosto, informou-se a gravidade do quadro e a necessidade de utilização de aparelhos para a realização das atividades pulmonares, entre outras complicações.

O laudo médico desta terça-feira, 21 de agosto, descreve a evolução do quadro como estável do ponto de vista hemodinâmico. Descreve também o diagnóstico: Pneumonia grave, bilateral (estando acometidos os dois pulmões), evoluindo, com insuficiência respiratória. Além disso, o bispo emérito encontra-se entubado e sob ventilação mecânica.

Confiantes na ação de Deus, pedimos orações a todos.

 

Caratinga, 21 de agosto de 2012

 

Dom Emanuel Messias de Oliveira

Bispo diocesano

 


“Uma vergonha”, diz Dom Erwin sobre decisão do STF de soltar acusado da morte de irmã Dorothy

O ministro Marco Aurélio Melo, do Supremo Tribunal Federal (STF), deferiu o pedido de habeas corpus, determinando a expedição de alvará de soltura para Regivaldo Pereira Galvão, condenado pelo Tribunal do Júri de Belém (PA) a 30 anos de reclusão pelo homicídio que vitimou a missionária Dorothy Stang. “Recebo essa informação com espanto”, declarou o bispo da prelazia do Xingu (PA), dom Erwin Krautler. “Não posso admitir que seja esta a Justiça de nosso país. Que Deus tenha pena de todos nós”, afirma o bispo, que avalia que a decisão do STF desconsidera o que foi determinado pelo Tribunal de Júri do Pará. “Esta notícia envergonha a todos”.Com a decisão do STF, o juiz de Altamira (PA) Raimundo Moisés Flexa, expediu o alvará de soltura. Regivaldo foi solto na tarde desta quarta-feira. Está marcado, para o próximo dia 3, o depoimento do policial federal Fernando Luiz Raiol, que recentemente protocolou documento em cartório, revelando fatos sobre o assassinato da missionária que poderão ensejar a reabertura do caso.

Assessoria de Imprensa da CNBB








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

ADS NEWS 5

Veja também em NACIONAL


Polícia investiga vida de homem que matou 4 em Campinas (SP)
Ainda não há informações sobre a motivação do crime. A polícia investiga a vida do atirador...


Ônibus perdem espaço para metrô e aplicativos em SP
Segundo o estudo, 362 mil deslocamentos são feitos diariamente com aplicativos, contra 113 mil em táxis....


Rio de Janeiro: caminhoneiros entram em confronto com a polícia
Ontem, apenas três pontos de alto movimento de caminhões foram fechados pelos manifestantes, mas todos já foram liberados....


MP-GO recebe 40 denúncias contra João de Deus
O MP e a Polícia Civil de Goiás começaram a agendar os depoimentos....

 


ADS NEWS 3




 
 
 
 
EMRONDONIA.COM

Tereré News