Rondônia, - 00:53
Últimas Política Amazônia Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco

 








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Você está no caderno - Geral
ARIQUEMES: Ministério Público de Rondônia firma TAC para normalizar serviços de hemodiálise
Publicado Segunda-Feira, 30 de Julho de 2012, às 10:05 | Fonte MP-RO 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=272733&codDep=31" data-text="ARIQUEMES: Ministério Público de Rondônia firma TAC para normalizar serviços de hemodiálise
  
 
 

ARIQUEMES: Ministério Público de Rondônia firma TAC para normalizar serviços de hemodiálise

O Ministério Público de Rondônia firmou termo de ajustamento de conduta com a Secretaria de Estado da Saúde, Prefeitura de Ariquemes, Agência de Vigilância Sanitária (Agevisa) e Centro Nefrológico de Ariquemes para normalizar os serviços de hemodiálise no município.

O termo, proposto pelo Promotor de Justiça Elias Chaquian Filho, estabelece um prazo de 100 dias para tomada de medidas que melhorem o atendimento dos pacientes com necessidade de hemodiálise. Nos primeiros 10 dias, deverá ser apresentado o contrato de locação do novo imóvel onde funcionarão os serviços de nefrologia, bem como o cronograma físico da obra. A cada 15 dias, deverá ser apresentado relatório atual de execução da obra, inclusive com fotos. O novo local deverá ser adequado nos termos propostos pela Agevisa e Anvisa, bem como todas as normas regulamentares que regem o serviço.

A Secretaria Municipal de Saúde, a Agevisa, assessorada por técnico da Secretaria de Estado de Saúde, e o Ministério Público ficarão responsáveis pela fiscalização da obra. Em caso de não cumprimento do TAC, será aplicada multa de R$ 1 mil por dia de descumprimento, com valores corrigidos nos moldes de atualização dos débitos judiciais. O valor da multa será revertido para o Fundo Estadual de Saúde, Fundo Estadual de Vigilância Sanitária ou qualquer outro destinado à reconstituição de bens lesados.

 

 

 

 Fábia Assumpção MTE/372/AL

 
 
Veja também em Geral


Manchetes dos jornais: Lula deve vetar um artigo da MP da Amazônia
...


Prefeitura de Jaru adquire terreno para ampliar cemitério municipal
...


Amazônia perdeu 1,5 campo de futebol por minuto em junho diz ONG
...


Para uma barriga sarada não tem erro: abdominal, dieta bem feita e corrida
...

 









 
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE