Rondônia, - 21:21
Últimas Política Amazônia Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco

 

Você está no caderno - Geral
Consumidores exigem no Procon devolução de dinheiro de show de Luan Santana
Publicado Segunda-Feira, 30 de Julho de 2012, às 12:20 | Fonte CAMPO GRANDE NEWS 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=272221&codDep=31" data-text="Consumidores exigem no Procon devolução de dinheiro de show de Luan Santana
  
 
 

Consumidores exigem no Procon devolução de dinheiro de show de Luan Santana

 

Marta Ferreira
 
Cerca de 75 mil pessoas foram até Parque de Exposições.
 

O show que o cantor Luan Santana fez em Campo Grande no último sábado, com público recorde de 75 mil pessoas na Expogrande, virou motivo de reclamações ao Procon. Pelo menos uma dezena de consumidores já procuraram o órgão, entre ontem e hoje, exigindo a devolução dos valores pagos pelo ingresso.

“Paguei 60 reais para ficar na área vip e ter mais conforto, mas tive de ver o show em um canto onde o áudio era péssimo, porque a grade que separava o público foi derrubada”, afirma uma das pessoas que foi ao Procon, a fisioterapeuta Carmem Albuquerque, de 32 anos.

A reclamação de Carmem resume a principal queixa dos consumidores que foram ao Procon. Eles compraram ingressos mais caros para ficar numa área isolada e reclamam que, quando começou a apresentação de Luan Santana, a pressão do público derrubou as grades e o que era para ser uma área reservada virou espaço comum.

Carmem ficou até o final do show, mas segundo as informações do Procon, entre os reclamantes muitos deixaram o local e agora querem a devolução do dinheiro com base no fato de o serviço oferecido não ter sido previsto.

A compra do ingresso pode ser comprovada com as pulserinhas entregues aos consumidores. Ticketes de estacionamento também podem ajudar.

.

 
Consumidores guardaram pulserinhas de área vip de show, que não foi respeitada, apesar de ingressos mais caros. (Foto: Divulgação)

Acordo -O superintendente do órgão, Lamartine Ribeiro, afirma que nestes casos, cabe sim a devolução do dinheiro e isso vai ser tentado junto à empresa que produziu o show, a JPL3 Produções. Segundo ele, caso não seja possível um acordo, serão abertos processos individuais, por se tratar, por enquanto, de um número baixo de consumidores insafisfeitos.

Lamartine explicou que se a procura ao órgão pelo mesmo motivo for muito alta, pode ser aberto um processo coletivo. Não havendo acordo com a empresa, o caso pode ser encaminhado ao Ministério Público Estadual para abertura de ação com o objetivo de obrigar a devolução dos valores pagos.

O superintendente do Procon, porém, não acredita que chegue a tanto, pois, segundo ele, normalmente as empresas que promovem shows tem atendido à recomendação sobre devoluções de dinheiro de ingresso.

O Campo Grande News procurou a assessoria de imprensa da JPL3 Produções, mas as ligações não foram atendidas








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em Geral


EM RONDÔNIA: PREFEITO DE PORTO VELHO RESPONDE AS CRÍTICAS DE CASSOL
...


A Justiça e o Direito nos jornais desta quinta
...


Confúcio Moura e Sueli Aragão disputarão indicação para concorrer ao governo de Rondônia
Confúcio Moura e Sueli Aragão disputarão indicação para concorrer ao governo de Rondônia...


Lula envia ao Congresso projeto que torna hediondo crimes de corrupção
...

 









 
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE