Rondônia, - 05:31
Últimas Política Amazônia Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco

 

Você está no caderno - Geral
Carta aberta das esposas e familiares dos bombeiros do estado de Rondonia
Publicado Segunda-Feira, 30 de Julho de 2012, às 10:17 | Fonte ASCOM 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=266589&codDep=31" data-text="Carta aberta das esposas e familiares dos bombeiros do estado de Rondonia
  
 
 

CARTA ABERTA DOS FAMILIARES DOS BOMBEIROS MILITARES DO ESTADO DE RONDÔNIA AO MINISTÉRIO PÚBLICO, COMANDO DO CBMRO E AUTORIDADES COMPETENTES DO ESTADO

Nós, esposas, maridos e filhos (as), dos bombeiros militares, vimos a público expor para as autoridades, constituídas do Estado, dos poderes Executivo e Legislativo, do Comando Geral dos Bombeiros Militares e à sociedade em geral, as precárias condições de trabalho a que estão submetidos os integrantes desta valorosa corporação, que desde a manifestação de 2007 onde familiares reinvidicavam melhores condições de trabalho para seus integrantes, que este comando que ai esta vem perseguindo os bombeiros que as esposas participaram do movimento, e não tem diálogo algum com este fórum de esposas e familiares e quando os mesmos questionam ou discordam de alguma coisa que não agradam seus subordinados estes são PERSEGUIDOS, PUNIDOS, HUMILHADOS E TRANSFERIDOS para o interior, afastando assim de sua família, que é a base da sociedade e a base do nosso bem estar.

Nessa atual conjuntura os bombeiros trabalham sobre pressão psicológica:



1. A jornada de trabalho “Normal” efetivo de um Bombeiro é de aproximadamente 250 horas mensais, enquanto um trabalhador civil celetista, com jornada de 8 horas, trabalha aproximadamente 180 horas mensal;



2. Enquanto os bombeiros trabalham, rotineiramente, em uma jornada de 24 horas de serviço; o integrante da Coirmã Policia Militar, tem uma Jornada menos desgastante, que é 12 horas por 24h, seguida de outra de 12h por 72h, perfazendo um total mensal de 168 horas;



3. Dentro da própria corporação de Bombeiros existe um grupo de privilegiados, na Capital são aproximadamente 40% do efetivo, quase 100 bombeiros, que atuam na parte administrativa, sem revezamento com os integrantes da parte operacional; Bombeiros a disposição de Deputados;



4. É importante ressaltar que, o trabalho do bombeiro é de alto risco e extremamente estressante; pois estão permanentemente de sobre - alerta, para atenderem as mais diversas ocorrências, como incêndios, acidentes de trânsitos, afogamentos e tantas outras situações em que vidas correm perigo;



5. A jornada de trabalho imposta aos bombeiros, além de desumana é desgastante, pois até nas folgas de 48 horas são obrigados a cumprir escalas extras, chamadas de “SERVIÇO VOLUNTARIO”, ou melhor, quem não se voluntária mesmo assim são escalados, prejudicando seriamente o convívio familiar e a vida social, pois do pouco tempo de folga que dispõe para ficar em casa, uma boa parte é pra descansar para próxima rotina estafante, outro absurdo da corporação é colocar bombeiros para trabalhar em serviço de construções dentro dos quartéis, e o serviço de bombeiro? E a falta de efetivo como diz seu comandante! É para isso que se formou?



6. Para se ter idéia da gravidade da situação,existe uma a Lei n° 751, de 19/11/1997, que fixava o efetivo do Corpo de Bombeiros Militar de Rondônia (CBMRO), em 1280 bombeiros militar sendo que atualmente o quadro da corporação não chega 600 bombeiros, ou seja, menos do que seria necessário;






FAMILIAS REPUDIAM ATITUDES DESUMANAS COM O ALUNO BM RAMIRES

Internado no Hospital da Unimed, em Porto Velho, após ter sido afogado, na presença de instrutores, quando fazia o Curso de Formação de Bombeiros, o aluno Ramires Andrade de Jesus vinha sendo vítima de um intenso assédio moral por parte de oficiais da Corporação, chegando ao extremo de ser obrigado a fazer um teste isolado dos demais 150 colegas, com a presença de apenas outras quatro pessoas, foi o que afirmou a família de Ramires Andrade, que, após deixar a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Onde já completava dez dias hospitalizados, fato que desmente as tentativas de explicações dadas pelo comandante do Corpo de bombeiros, Coronel Ronaldo Nunes, e pelo instrutor do Curso de Salvamento Aquático, Tenente-Coronel Felipe Chianca, que, em entrevista à imprensa, buscaram desqualificar o aluno e minimizar seu estado de saúde. No rio, Ramirez teria sido submetido ao exercício de afogamento pelo coronel Chianca e o sargento Batista. No retorno do treinamento, já passando mal, Ramirez teria sido obrigado a assinar um termo de desistência do curso de bombeiro militar. Deixado jogado no chão do quartel ele foi recolhido pelo pai e levado para casa e em seguida para o hospital, já ficando internado na UTI (Fonte: Rondonotícias) A família de Ramires responsabiliza pelo ocorrido os bombeiros identificados como capitão Nivaldo, Coronel Chianca e o Sargento Batista. A família já ingressou na justiça com ação de danos morais,

DIANTE DO EXPOSTO, NÓS FAMILIARES, REINVIDICAMOS E QUEREMOS AS DEVIDAS PROVIDENCIAS:

1. Redução da jornada de 250 horas para no máximo 180 horas de efetivo trabalho;
2. Fim do Assédio Moral;
3. Respeito aos direitos dos Bombeiros (as) assegurados na constituição;
4. Fim das perseguições;
5. Contratação de mais bombeiros com base na Lei 751;
6. Maior investimento em equipamentos e em reformas e ampliações dos quartéis;
7. Construção de Novas Unidades;
8. Retorno imediato dos que foram transferidos sem o cumprimento da hierarquia (Legislação) para o Interior;
9. Humanização e Respeito aos Direitos Humanos nos CURSOS DE FORMAÇÃO DE BOMBEIROS;
10. Fim da dupla Jornada de Trabalho, chamado de “Trabalho Voluntário.” A não ser, em casos de calamidades Publicas.
11. Troca de comando.



Bombeiros (as) têm seus direitos Assegurados na Constituição.


Porto Velho, 25 de Junho de 2010.


FAMILIA DO BOMBEIRO MILITAR DO ESTADO DE RONDÔNIA

Contato- E-Mail- forumesposasbmro@hotmail.com








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em Geral


EM RONDÔNIA: II NATAL NA PRAÇA ACONTEÇE NESTA TERÇA-FEIRA EM MONTE NEGRO
...


ARIQUEMES: “Conhecimento científico é essencial para que o estado cresça”
...


Pessoas com deficiência poderão ter preferência em causas judiciais e administrativas
...


Sesdec e GGI realizam reunião para debater Carnaval fora de época em Porto Velho
...

 

      





2016 - ARIQUEMES ONLINE - Informação Sem fronteiras

© 2014 - 2017 • Ernesto & Eugenio Comunicação
jornal@emrondonia.com
redacao@ariquemesonline.com.br
(69) 9 9201-1314 (WhatsApp) - 9 9967-8787 (Oi)
Porto Velho - Rondônia - Brasil

Livre a reprodução, transmissão por broadcast, ou redistribuição dos conteúdos. Pede-se a citação do crédito.
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do EMRONDONIA.COM. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.










 
 
 
  EMRONDONIA.COM