Rondônia, - 12:21
Últimas Política Amazônia Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco

 

Você está no caderno - Geral
Juiz aplica Lei Maria da Penha a uma mulher
Publicado Segunda-Feira, 30 de Julho de 2012, às 10:39 | Fonte O ESTADO DE SP 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=258393&codDep=31" data-text="Juiz aplica Lei Maria da Penha a uma mulher
  
 
 

Em decisão inédita, a Lei 11.340/06, conhecida como Lei Maria da Penha, foi aplicada para dar tutela a um homem. A decisão, provisória, foi expedida pelo juiz Rafael Fleck Arnt, da Comarca de Dionísio Cerqueira, no oeste de Santa Catarina. Ele proibiu uma mulher de se aproximar do ex-marido e da atual companheira dele.

Na ação, B.B. é acusada pelo Ministério Público de perseguir, ameaçar e perturbar o ex, V.M., no local de trabalho e em lugares que ele frequentava. Essa atitude foi caracterizada pelo magistrado como violência doméstica.

Em sua decisão, o juiz Rafael Arnt explicou que a Lei Maria da Penha é lei mista e, por contemplar os dispositivos penais, deve ser aplicada em favor da mulher contra o homem e do homem contra a mulher.

"Desde que preenchidos os requisitos legais, especialmente quanto à hiposuficiência (vulnerabilidade) da parte ofendida, violada em relação praticada no ambiente doméstico ou dela decorrente", destacou. Além disso, o juiz citou o artigo 5º da Constituição, que afirma a igualdade entre os sexos. "Com o advento da ?Constituição Cidadã?, homens e mulheres foram considerados iguais em direitos e deveres", frisou o juiz. A medida é válida por 30 dias.

JURISPRUDÊNCIA

A decisão do juiz catarinense abre jurisprudência na aplicação da lei, independentemente do sexo dos envolvidos. A Lei Maria da Penha, sancionada em agosto de 2006 na integralidade, cita apenas proteção à mulher. Fundamenta-se, conforme seu artigo 1º, na "criação de mecanismos para coibir e prevenir a violência doméstica e familiar contra a mulher, nos termos do parágrafo oitavo do artigo 226 da Constituição Federal, da convenção sobre a eliminação de todas as formas de violência contra a mulher, da Convenção Interamericana para prevenir, punir e erradicar a violência contra a mulher e de outros tratados internacionais ratificados pelo Brasil".

A lei ainda dispõe sobre a criação dos Juizados de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher e estabelece medidas de assistência e proteção às mulheres em situação de violência doméstica e familiar.








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

 
 
Veja também em Geral


EM RONDÔNIA: MAIS UMA GREVE DA EDUCAÇÃO NO GOVERNO CASSOL
Rondônia: Trabalhadores em educação decidem entrar em greve...


Incra visita área para reassentamento das famílias do PA Joana D?Arc
...


Porto Velho Shopping comemora dois anos neste sábado
...


Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 18 milhões neste sábado
...

 

      





2016 - ARIQUEMES ONLINE - Informação Sem fronteiras

© 2014 - 2017 • Ernesto & Eugenio Comunicação
jornal@emrondonia.com
redacao@ariquemesonline.com.br
(69) 9 9201-1314 (WhatsApp) - 9 9967-8787 (Oi)
Porto Velho - Rondônia - Brasil

Livre a reprodução, transmissão por broadcast, ou redistribuição dos conteúdos. Pede-se a citação do crédito.
ATENÇÃO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do EMRONDONIA.COM. Comentários ofensivos, que violem a lei ou o direito de terceiros, serão vetados pelo moderador.










 
 
 
  EMRONDONIA.COM