Rondônia, - 18:49
Últimas Política Amazônia Ciência e Saúde Agronegócios Capital Interior
Tecnologia Religião Artigos Fotojornalismo Nacional Anuncie Fale Conosco
   

 

Você está no caderno - Geral
Bovespa fecha dia no vermelho e cai quase 25% em outubro
Publicado Segunda-Feira, 30 de Julho de 2012, às 19:47 | Fonte G1 0
http://www.ariquemesonline.com.br/noticia.asp?cod=254042&codDep=31" data-text="Bovespa fecha dia no vermelho e cai quase 25% em outubro

  
 
 

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) encerrou o mês de outubro com um pregão volátil. Depois de alternar períodos de alta e baixa, o índice Ibovespa fechou em baixa de 0,51%, aos 37.256 pontos. Com isso, a desvalorização neste mês ficou em 24,79%, considerado os 49.541 pontos que o indicador marcou no fim de setembro.

 No mês, a desvalorização chegou a marcar 40,6% na última segunda-feira (27), quando o Ibovespa marcou seu pior patamar em três anos, atingindo 29.435 pontos. Considerado o fechamento de outubro, a desvalorização nos dez meses de 2008 ficou em 41,7%.

 

De acordo com a consultoria Economatica, a última semana de outubro, apesar da queda na sexta-feira (31) e da baixa no acumulado do mês, foi a melhor para o Ibovespa em dez anos - a alta acumulada ficou em 18,35%. O mês de outubro, entretanto, foi o quarto pior da história do Ibovespa, e não se via baixa tão forte desde agosto de 1998 (quando a queda foi de 39,5%).

 

Pregão de sexta-feira

Um dos fatores que pesou sobre o resultado da Bovespa pela manhã foi o anúncio da mineradora Vale fará um ajuste em sua produção, por conta do cenário global de desaceleração econômica. Para isso, a companhia vai interromper temporariamente a operação de várias instalações e dará férias coletivas a funcionários.

 

Apesar de ter registrado baixa de mais de 4% pela manhã, a principal ação da Vale do Rio Doce recuperou-se durante o pregão, e acabou fechando o dia em alta. Mais cedo, o presidente da Vale, Roger Agnelli, havia tentado tranqüilizar o mercado afirmando que a crise deve ser grave somente até o segundo trimestre de 2009.

 

Entre as demais ações, Gafisa, Cyrella e Lojas Renner apresentaram baixa de mais de 10% no fechamento. Entre as altas, apesar das perdas com o câmbio, destacaram-se as companhias alimentícias Sadia e Perdigão, cada um com alta superior a 5%. O volume financeiro negociado foi de R$ 4,77 bilhões.

 

Cenário externo

Embora os Estados Unidos tenham divulgado dados negativos sobre a confiança do consumidor e gastos das famílias, a Bolsa de Nova York acabou por ter um dia positivo, com o índice Dow Jones - referência para Wall Street - apresentando ganhos de mais de 1,5%.

 

As bolsas de valores da Europa fecharam em alta nesta sexta-feira, marcando a quarta sessão de valorização das ações. O FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações da Europa, teve alta de 2,7%. Na semana, o indicador acumulou alta de 11,8%, embora tenha caído 12,8% em outubro.

 

Na Ásia, o dia foi de perdas, mesmo com o corte nos juros do Japão. Na Bolsa de Tóquio, o índice Nikkei encerrou em baixa de 5,01%. O indicador perdeu 452,78 pontos, encerrando série de forte altas. Tóquio encerrou assim com mais uma baixa considerável no complicado mês de outubro, no qual o Nikkei perdeu 23,83% do valor.

      

(Com informações da Reuters, do Valor OnLine e da Globo News)








Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Veja também em Geral


As duas caras do Itaú
...


Papa pede que Igreja na América Latina lute contra a corrupção
...


PORTO VELHO: Lei Maria da Penha é tema de debate no Congresso de Direito das Famílias
...


TJ-SP condena promotor que chamou juiz de desequilibrado em representação
...

 

::: Publicidade :::



:: Publicidade :::

 
350x90
 
 
  EMRONDONIA.COM
FALE CONOSCO  |  ANUNCIE  |  EQUIPE  |  MIDIA KIT   |  POLÍTICA DE PRIVACIDADE