Cristiano Ronaldo confirma favoritismo e vence a Bola de Ouro pela 3ª vez
Não há espaço para zebras quando se trata de Bola de Ouro. Favorito na disputa pelo título de melhor jogador do mundo, o português Cristiano Ronaldo confirmou as expectativas e levou, pela terceira vez na carreira, o maior prêmio individual do esporte, deixando Lionel Messi em segundo e Manuel Neuer em terceiro...
Publicado Segunda-Feira, 12 de Janeiro de 2015, às 20:42 | Uol

 

Bola de Ouro pela 3ª vez

Bola de Ouro pela 3ª vez

 Não há espaço para zebras quando se trata de Bola de Ouro. Favorito na disputa pelo título de melhor jogador do mundo, o português Cristiano Ronaldo confirmou as expectativas e levou, pela terceira vez na carreira, o maior prêmio individual do esporte, deixando Lionel Messi em segundo e Manuel Neuer em terceiro.

 
"Tenho de agradecer a todos que votaram em mim. Meu treinador, meus companheiros, meu presiente. Foi um ano inesquecível para mim, em nível coletivo e pessoal. Ganhar troféu dessa dimensão é único. Estou muito feliz. Isso me dá motivação para tentar ganhar títulos coletivos e mundial", disse Cristiano Ronaldo, visivelmente emocionado com a conquista, para logo depois mandar um "recado" a Messi. 
 
"Nunca imaginei ganhar essa bolinha três vezes, mas espero não parar aqui. Quero apanhar o Messi, quem sabe na próxima temporada. Sempre ambicionei isso. Quero entrar na história como o melhor", disse o português, que recebeu 37,66% dos votos, contra 15,76% de Messi e 15,72% de Neuer. 
 
Cristiano Ronaldo recebeu a Bola de Ouro na festa anual da Fifa, em Zurique, na Suíça, que também premiou a seleção do ano, o gol mais bonito e a melhor jogadora. Com três conquistas, o astro do Real Madrid encosta em Lionel Messi, que venceu o prêmio por quatro anos consecutivos e é quem mais vezes foi eleito melhor do mundo desde o surgimento do prêmio da Fifa, no início dos anos 1990. Cristiano Ronaldo venceu a primeira vez em 2008, quando estava no Manchester United, e de novo no ano passado.
 
A conquista individual de Cristiano Ronaldo foi impulsionada pela temporada vencedora do Real Madrid, que em 2014 voltou a ganhar a Liga dos Campeões pela primeira vez desde 2002. Ao todo, o português fez 60 jogos e marcou 60 gols em todo o ano e levantou quatro taças.
 
Estou muito contente pelo Cristiano Ronaldo, mas também estou feliz por James, por Kross (prêmio Puskas e integrante da seleção do mundo). Com certeza o Cristiano Ronaldo fez com que os companheiros do Real Madrid sentirem que o prêmio é um pouco deles também", ressaltou o técnico do Real Madrid Carlo Ancelotti após a premiação à ESPN. 
 
O ponto baixo da sua temporada foi a Copa do Mundo. Baleado pela temporada europeia desgastante, Cristiano Ronaldo naufragou com a seleção de Portugal, eliminada ainda na primeira fase.
 
As seleções, aliás, eram as apostas dos outros dois concorrentes à Bola de Ouro. Neuer foi o maior destaque da campeã mundial Alemanha, enquanto Lionel Messi levou o prêmio de melhor jogador da Copa ao levar a sua Argentina até a decisão.