Mentira, calúnia e difamação: Justiça Eleitoral pune com perda de tempo propaganda de Expedito na TV
O Tribunal Regional Eleitoral entendeu que propaganda do tucano caluniou e difamou Confúcio e determinou a perda de tempo na TV...
Publicado Quinta-Feira, 23 de Outubro de 2014, às 09:44 | da Redação

 

 Porto Velho, Rondônia – A baixaria, a apelação e os ataques entre os candidatos neste segundo turno, atingiram níveis assustadores. Mas, a mentira, a calúnia e a difamação, sempre presentes nas campanhas eleitorais, sofreram um duro golpe da Corte nesta quarta-feira (22).

É que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) entendeu que a coligação do candidato ao Governo, Expedito Junior (PSDB), extrapolou os limites da ética e do bom senso, ao difamar e caluniar o adversário Confúcio Moura (PMDB).

Por conta disso, o TRE concedeu liminar ao candidato à reeleição Confúcio Moura, retirando cerca de dois minutos e meio do tempo de televisão de Expedito, que poderá ficar sem propaganda nos últimos dias, ou seja, nesta quinta e sexta-feira (23 e 24).

Com isso, Confúcio terá ainda mais tempo que o adversário para mostrar realizações e propostas. O Tribunal determinou ainda a busca e apreensão de jornais impressos que estariam sendo distribuídos com informações que entendeu distorcidas sobre o atual governador. 


Fonte: Rondonoticias