Unimed é condenada a pagar indenização por atrasar tratamento de paciente
Publicado Segunda-Feira, 30 de Julho de 2012, às 09:29 |

 

Por : Kanitar Oberst

A Unimed foi condenada nesta semana a pagar uma indenização a Adriana Rigo no valor de R$ 12 mil. De acordo com a decisão do juiz Andresson Cavalcanty Fecuri a empresa negou-se a fazer um transplante autólogo, que seria a captação de células tronco na medula óssea da paciente para tratamento de uma amiloidose, que é uma espécie de câncer.

De acordo com a Unimed a doença de Adriana não constava no protocolo do Ministério da Saúde em 2008 e por isso a empresa não era obrigada a fazer. Contudo, através de antecipação de tutela na justiça, a paciente conseguiu realizar o procedimento, porém veio a falecer posteriormente do mal diagnosticado anteriormente.

Na decisão, o juiz esclarece que o falecimento da paciente em 2010 não é culpa da Unimed, pois o tratamento foi realizado, porém a negativa da empresa em realizar o procedimento atrasou o tratamento da vítima.

Receberão a indenização Anderson Claiton Rigo e Mariza da Silva Espindola que são herdeiros da vítima.

A empresa tem direito a recorrer da decisão em segunda instância.

Autor : Vilhena Notícias   Fonte : Vilhena Notícias