Confúcio diz que interromperá escalada da violência e prega fim da incompetência em RO
Publicado Segunda-Feira, 30 de Julho de 2012, às 11:01 | ASSESSORIA

 

A necessidade um governo capaz de estancar a violência, romper o ciclo de incompetência na administração do Estado e de acabar com o sucateamento da saúde e da educação foram os temas do candidato do PMDB ao governo de Rondônia, Confúcio Moura, ao resumir parte do projeto de construir a “Nova Rondônia”.
                     
As declarações foram feitas nesta terça-feira (26), em Ji-Paraná, ao final da caminhada comandada por Confúcio Moura, ao longo da Avenida Brasil, quando uma multidão formou-se ao final da reunião para ouvir o candidato da Aliança.
 
“Temos que ter um bom programa de governo, mas temos que fazer um ato de unidade em torno de todas as nossas propostas, pois o povo rondoniense já demonstrou, ao nos dar a vitória no primeiro turno, que quer experimentar uma nova forma de governar”, disse.
 
Confúcio Moura também atacou o método aplicado no Estado nos últimos oitos anos, dizendo que o exemplo mais simbólico desse projeto que quer se perpetuar é a lembrança de professores reivindicando salários, mas atendidos com cassetete e pimenta contra os trabalhadores da educação.
 
“O governo atual não fez nada pra melhorar a segurança pública de Rondônia. O que se ouve é só reclamação pelo Estado inteiro. Eu, como prefeito,  fiz a minha parte. Além de criar a Guarda Municipal - a primeira do Estado, instalei câmeras de segurança  e Central de Monitoramento Remoto. Tudo com dinheiro da Prefeitura”, disse.
Após discursar, junto do senador Valdir Raupp, da deputada federal marinha Raupp, ambos do PMDB e reeleitos, do deputado estadual eleito Edvaldo Soares (PMDB), do deputado federal Eduardo Valverde (PT), além de lideranças regionais, Confúcio Moura dialogou com os eleitores, ouvindo propostas e conhecendo a realidade daquela parte da cidade.
 
O senador Valdir Raupp também saudou as pessoas aglomeradas em torno da comitiva aliancista, anunciando que a mudança agora está mais próxima a cada dia, pois o povo de Rondônia já indicou que aceita as propostas de Confúcio Moura ao dar-lhe a vitória no primeiro turno.