Dia Mundial do Coração alerta para prevenção de problemas cardíacos
Publicado Segunda-Feira, 30 de Julho de 2012, às 09:57 | PORTAL AMAZÔNIA

 

RIO BRANCO - O Dia Mundial do Coração é comemorado hoje (30). A data visa alertar as pessoas para os cuidados básicos na prevenção de problemas cardiovasculares, já que o coração é o órgão principal da circulação sanguínea e está ligado ao funcionamento do sistema nervoso central.

Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde ocorrem 70 mil mortes por infartos. De acordo com informações fornecidas pelo Departamento de Regulação da Rede de Assistência (DRRA), no Acre foram registrados 49 óbitos por infarto entre janeiro de 2009 a julho de 2010.

Além disso, os problemas cardíacos que anteriormente eram mais comuns em pessoas acima de 45 anos, ao longo do tempo vêm atingindo também os jovens devido ao resultado de combinações de risco como tabagismo, alimentação inadequada, ausência de exercícios físicos, obesidade mórbida e na região abdominal.

Para se ter um coração saudável é necessário estar atento ao estilo de vida e seguir algumas dicas:

Dieta saudável - Há uma relação do risco cardíaco com o consumo de carne vermelha e carne processada. Segundo estudo da Escola de Saúde Pública de Harvard, nos Estados Unidos, o consumo em excesso desses produtos, incluindo bacon e salsicha, aumenta o risco de doença cardíaca entre as mulheres.

Também é preciso estar atento ao consumo de gordura animal, açúcar, álcool, leite integral e seus derivados. Deve-se dar prioridade aos vegetais, gordura vegetal, cereais integrais e frutas.

Prática de exercícios - Realizar atividades físicas regularmente ajuda no combate de fatores de riscos, como hipertensão arterial, sobrepeso e estresse.

Caminhadas diárias de 30 minutos ou algumas voltas de 10-15 minutos algumas vezes ao dia ajuda a ter um coração saudável por toda a vida. Outros exercícios também podem ser adotados como dança, hidroginástica, ciclismo, jardinagem ou trabalhos domésticos.

Evitar o uso do tabaco - O fumo pode danificar as paredes dos vasos sanguíneas, causando dificuldades para o coração bombear o sangue às extremidades.

Segundo a coordenadora da Divisão Estadual de Agravos Crônicos e Degenerativos, Adriana Lobão, "o ataque cardíaco é duas vezes maior em fumantes do que em uma pessoa não fumante, sendo o fumo responsável por um maior número de infarto no Brasil".

Checar a saúde - Alguns cuidados de rotina podem saber o estado em que se encontra o coração, como verificar a pressão arterial, taxa de açúcar no sangue e o nível do colesterol. Ir ao médico uma vez ao ano para um check-up é muito importante, mesmo se a pessoa estiver se sentindo bem, já que os sintomas podem não ser notáveis.

É importante também conhecer as doenças que estão ligadas ao coração para incentivar a prevenção:

Infarto - é provocado pela formação de coágulo que obstrui totalmente a passagem do sangue em uma artéria do coração;

Insuficiência cardíaca - ocorre quando o coração não consegue bombear o sangue suficiente para todo o corpo;

Arritmias - acontecem quando o coração bate de forma irregular (ou muito rápida ou devagar).

Angina de peito - é também bastante comum e manifesta-se através de um desconforto (e não exatamente dor) no peito, causado pelo deficiente abastecimento de oxigênio ao coração que, por sua vez, tem origem na obstrução ou espasmo temporário de um vaso sanguíneo.

Hipertensão arterial - É a pressão arterial acima de 140x90 mmHg (milímetros de mercúrio). Elevação ocasional da pressão pode ocorrer com exercícios físicos, preocupações, drogas, fumo, álcool e café.