CI debate formação de profissionais da engenharia no Brasil
Publicado Segunda-Feira, 30 de Julho de 2012, às 15:33 |

 
[Foto: ]

A Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI) realiza, nesta segunda-feira (15), a terceira reunião do ciclo de audiências públicas "Recursos Humanos para Inovação e Competitividade". Este painel tratará dos "Desafios, necessidades e perspectivas da formação e capacitação de profissionais da área de engenharia do Brasil".

Para isso, foram convidados o diretor Científico da Fundação de Amparo à Pesquisa de São Paulo (Fapesp), Carlos Henrique de Brito Cruz; o ex-reitor do Instituto Tecnológico da Aeronáutica (ITA), Michal Gartenkraut; o presidente do Conselho de Administração do Centro de Gestão e Estudos Estratégicos (CGEE), Marco Antonio Raupp; o presidente Executivo do Centro de Integração Empresa Escola (CIEE), Luiz Gonzaga Bertelli; e Edinaldo Afonso Marques de Melo, engenheiro civil, Professor da Universidade Federal de Alagoas (UFAL) e Mestre em Administração de Empresas.

A audiência ocorrerá a partir das 18h, na sala 13 da ala Alexandre Costa. 

Ciclo de debates

A intenção deste novo ciclo de debates organizado pela CI é discutir e trazer subsídios para a formação e capacitação de mão de obra necessária para enfrentar os desafios nos setores ligados à infraestrutura no país. Serão realizadas 14 audiências, entre 1º de março e 17 de junho, dentro da programação da Agenda Desafio 2009-2014.

Até agora, dois encontros já ocorreram: no dia 1º de março, os senadores discutiram "A formação e a capacitação de mão de obra necessária para enfrentar os desafios nos setores ligados à infraestrutura no país"; e no dia 8, ocorreu o segundo painel sobre "A Política de formação e capacitação de recursos humanos frente à política de desenvolvimento produtivo".

Saiba quais debates ocorrerão nos próximos meses.

Pré-Sal

Na segunda parte da reunião, os parlamentares vão analisar um requerimento do senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA) para que se discuta o marco regulatório da exploração dos recursos minerais. Na opinião do senador, a discussão do marco regulatório do pré-sal, cujos projetos estão em tramitação no Senado, suscitou debates sobre propostas de alterações e atualização das regras que regulam a exploração dos recursos minerais no país. O Código de Mineração em vigor é de 1967, lembrou.

Para o debate, Flexa Ribeiro sugere que sejam ouvidos o ministro de Minas e Energia, Edison Lobão; o diretor do Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), Miguel Antonio Cedraz Nery; e o presidente do Instituto Brasileiro de Mineração (IBRAM), Paulo Camillo Vargas Penna.

Elina Rodrigues Pozzebom / Agência Senado