Briga envolvendo procuradores vai parar na delegacia
Publicado Segunda-Feira, 30 de Julho de 2012, às 10:36 | CONSULTOR JURÍDICO

 

Uma confusão envolvendo procuradores de Justiça, na madrugada deste sábado (21/11), em Boa Viagem, zona sul de Recife, foi parar na delegacia. De acordo com informações do portal O Globo, policiais militares foram chamados às 3h30m para intervir numa briga, na boate Dona Carolina, no bairro Segundo Jardim.

Os policiais foram com os envolvidos até a delegacia do bairro, onde não há registro oficial do que houve, apenas as declarações dadas pelos PMs. O delegado de plantão, Evandro Barros, não quis dar entrevista segundo O Globo. Ele alegou que se trata de um caso envolvendo autoridades que não iria dar mais detalhes sobre o caso. Os procuradores envolvidos são Ermírio Fonseca de Avelar, José Lopes de Oliveira Filho, promotor, e Paulo Varejão, procurador-geral de Justiça.

Nota divulgada pelo Ministério Público de Pernambuco diz que a confusão oocorreu entre o promotor José Lopes e um policial federal, e que o procurador Paulo Varejão interveio. Segundo o Ministério Público, o policial estava armado e visivelmente embriagado. Segundo a nota do MP, o promotor José Lopes foi agredido e ameaçado de morte pelo policial federal e o procurador-geral de Justiça, Paulo Varejão, que se encontrava no mesmo local, numa festa, interveio e acionou a PM, que levou o caso à delegacia do bairro.

O Ministério Público não identifica o policial que teria praticado a agressão. De acordo com a assessoria de comunicação da Polícia Federal, há um delegado responsável por acompanhar o caso. A partir de segunda-feira, a Corregedoria da PF também irá investigar o ocorrido.