Jovens Empresários de Rondônia se destacam mundialmente com o Pufe Ecológico da Amazônia
Publicado Segunda-Feira, 30 de Julho de 2012, às 10:24 | João Albuquerque

 

A Associação dos Jovens Empresários de Rondônia está ganhando repercussão internacional graças a sua ação de responsabilidade socioambiental, o Pufe Ecológico da Amazônia.

Confeccionada com material reciclável, tendo como principal matéria – prima pneu usado, a peça de mobiliário foi idealizada pela diretora de eventos da AJE – RO, Izabel Cristina da Silva, que com o apoio da entidade empresarial está divulgando sua ideia em vários estados brasileiros em eventos, inclusive de âmbito internacional.

“O presidente da AJE Rondônia, Jarbas Souza e a nossa presidente de honra Edete Coletti são os principais responsáveis pelo sucesso desse trabalho”, reconhece Izabel que já foi convidada para expor sua criação na Europa. “Já me reuni com grupos de empresários espanhóis, italianos e franceses”, conta a empreendedora social, que lançou o Pufe Ecológico em Rondônia, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, São Paulo, Rio de Janeiro, Amapá e Paraíba.

Durante visita ao Congresso Nacional no ano passado, quando o Senado realizou sessão especial para homenagear os dez anos de atuação da Confederação Nacional dos Jovens Empresários – Conaje -, representantes da AJE – RO entregaram pufe ao então presidente da casa, Garibaldi Alves, e o senador Marconi Perillo (PSDB – GO), autor do requerimento que solicitou a homenagem. “Presenteamos também com um pufe, o presidente da Confederação Nacional da Indústria, - CNI - o deputado Armando Monteiro Neto”, lembra Edete , que foi a primeira pessoa a apoiar o projeto em Rondônia.

Veículos da imprensa nacional e até internacional já dedicaram espaço ao Pufe Ecológico da Amazônia. A iniciativa da Associação dos Jovens Empresários de Rondônia foi destaque nos jornais O Globo, Correio Brasiliense, além dos sites da Editora Abril e da Revista Época.

Emissoras de rádio e TV também noticiaram a ideia, que está chamando atenção do mundo pela forma inovadora de ajudar na preservação do meio ambiente, bem como contribuir na luta contra a dengue, tendo em vista que pneus podem ser um criadouro do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da doença.

“Nossa intenção é também viabilizar geração de emprego e renda, uma vez que realizamos oficinas com grupo de mulheres, ensinando como pode ser confeccionados pufe de pneus e outros materiais recicláveis”, ressalta Izabel Cristina, que é empresária do ramo de decoração e eventos.