COMUNICADO da Sedam à Associação Rondoniense dos Engenheiros Florestais
Publicado Segunda-Feira, 30 de Julho de 2012, às 19:17 | DECOM

 

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam) comunica que, na presente oportunidade tomamos conhecimento do convite formulado pelo Presidente da Associação Rondoniense dos Engenheiros Florestais a seus associados visando participarem de seminário realizado no dia 21 de setembro passado, oportunidade em que se comemorou o Dia da Árvore, no espaço cultural denominado Teatro Banzeiros, na Cidade de Porto Velho; 

A pauta do seminário, conforme anunciado no mencionado convite, constava de somente um único item: a Criação do Serviço Florestal de Rondônia, aliás, fato que esta Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental, já vem tratando a algum tempo a possibilidade de sua implantação. 

No entanto ficamos irresolutos, espantados e aturdidos com os ataques que respeitada e creditada organização expele contra este organismo ambiental estadual. Acreditamos que ofensas covardes não colaboram para a aproximação, o entendimento, o diálogo, enfim a prática dos bons costumes entre cidadãos ou organizações sejam oficiais ou não governamentais na luta pela difícil gestão dos assuntos ligados ao meio ambiente; 

As críticas são bem-vindas desde que construtivas e acompanhadas de sugestões para auxiliarem o bom andamento de qualquer tipo de atividades. As críticas destrutivas vão geralmente ao lixo. Criticar por criticar não condiz com a boa prática profissional;    

Entendemos ser absolutamente impossível a Associação Rondoniense dos Engenheiros Florestais, não haver percebido grandes e visíveis passos que foram conquistados até o momento, outros brevemente virão na melhoria do trato com os profissionais ligados à área ambiental quer engenheiros florestais ou outras classes de trabalhadores; 

Afirmarmos que o Governo do Estado de Rondônia, através da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental dispensa aos engenheiros florestais tratamento educado, respeitoso e profissional. As dificuldades que tínhamos estão sendo superadas, principalmente no que diz respeito ao início da descentralização das atividades ligadas ao meio ambiente nas áreas de expedição de licenciamentos da propriedade rural, de empreendimentos e na análise e aprovação de projetos de manejos sustentáveis; 

Por outro lado estamos recuperando com obras civis alguns dos Escritórios Regionais de Gestão Ambiental, sem contar inúmeros equipamentos adquiridos para acelerar ao atendimento às partes necessitadas pelas ferramentas ambientais oferecidas pela secretaria. Será que fizemos pouco? Claro que sabemos que ainda falta muita coisa.  

No entanto temos a plena certeza que com a parceria e colaboração daqueles profissionais interessados em aperfeiçoar o sistema iremos alcançar objetivos que por nós sempre foram propostos. 
 

                Porto Velho, 13 de outubro de 2009. 
                 

CLETHO MUNIZ DE BRITO

Secretário de Estado do

Desenvolvimento Ambiental