TSE rejeita pedido de cassação do deputado Celso Giglio
Publicado Segunda-Feira, 30 de Julho de 2012, às 10:16 | FOLHA ONLINE

 

Os ministros do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) rejeitaram nesta terça-feira um recurso do Ministério Público Eleitoral que pedia a cassação do deputado estadual Celso Giglio (PSDB-SP), acusado de compra de votos.

Segundo o Ministério Público, o deputado, eleito em 2006, teria promovido um jantar com o objetivo de pedir votos aos convidados. Na ocasião, ele teria feito discursos apresentando a sua plataforma política e mencionando o seu número de campanha.

O TRE (Tribunal Regional Eleitoral) de São Paulo rejeitou a representação por falta de provas. A defesa do deputado alega que o jantar foi uma reunião de caráter político, mas sem pedido de votos ou distribuição de material de campanha.

Os advogados sustentam ainda que o deputado alcançou 111.302 votos, sendo que participaram do jantar apenas 800 pessoas, o que diminui a potencialidade de alterar o resultado das eleições.

De acordo com o relator do caso, ministro Marcelo Ribeiro, todas as testemunhas ouvidas confirmaram que não houve pedidos de votos durante o jantar. Portanto, não condicionou a oferta de alimento em troca de votos.