PT do B DIVULGA SUA NOVA DIREÇÃO ESTADUAL NOMEADA DESDE 14 DE ABRIL
Publicado Segunda-Feira, 30 de Julho de 2012, às 14:13 | ASSESSORIA

 

OsTrabalhistas de Rondônia já contam com uma nova Comissão ExecutivaRegional em Rondônia, nomeada desde o dia 14 de abril do corrente.Conforme consta no site do TRE-RO, a nova Direção possui a seguintecomposição:

Presidente: Miguel Ferreira de Queiroz

1º Vice-Presidente: Altamiro Souza da Silva

2º Vice-Presidente: Maria de Fátima Gomes Estevão

Secretário Geral: Marcela Amorim Tavares

1º Secretário: Flávio Gaspar de Carvalho Junior

1º Tesoureiro: Flávio Luiz Braga

2º Tesoureiro: Suellen do Carmo Alves

1º Vogal: Clóvis Prado de Aguiar

2º Vogal: José Rodrigues Viana

 

OPresidente Miguel Queiroz – ex-Vice-Presidente e Coordenador Estadualdo PV e ex-Secretário Geral Estadual do PMN – afirma que já fez várioscontatos com lideranças políticas e pretensos candidatos a deputado emvários municípios, dando seqüência no trabalho que já vinhadesempenhando há algum tempo. Está também mobilizando seus amigospolíticos de todo o Estado para “arregaçarem as mangas” e irem a campotrabalhar a reestruturação e reorganização do PT do B neste ousadoprojeto que inclui ocupar os 52 municípios do Estado devidamenteestruturados até o final do ano de 2009, já se preparando para aseleições de 2010 e 2012.

“Como fortalecimento das bases Trabalhistas já estamos estruturando aseleições futuras, cujas metas incluem filiarmos no mínimo 30pré-candidatos a Deputado Estadual com uma média de 3.000 votos e 08pré-candidatos a Deputado Federal com até 20.000 votos de expectativaprévia. Isto para que tenhamos condições de disputa mais favoráveis, emque todos os candidatos tenham chances reais de brigar por sua cadeirade Deputado”, relatou Miguel Queiroz que, para reafirmar o compromisso,ainda garantiu que o Partido não coligará com outras siglas que jápossuam deputados com mandato, para, segundo o próprio, “não colocar acabeça dos nossos candidatos na guilhotina, excluindo suas chances deeleição, nas candidaturas pra deputado estadual, e tentaremos fazer omesmo para federal”.

Migueldestacou ainda o trabalho que está sendo feito por Josias Custódio,novo Coordenador Político do Partido em Rondônia, um dos principaisaliados do Presidente devido ao seu conhecimento e credibilidade emtodo o Estado, o que tem contribuído muito para alcance do ProjetoPolítico-Partidário que visa as eleições de 2010. Isto realça também ootimismo com os seus companheiros políticos que se engajaram naproposta e estão discutindo e avaliando juntos os nomes quedemonstraram interesse em disputar uma das duas vagas para o SenadoFederal, o que ajudará na consolidação da reestruturação de Rondônia.

Quantoàs prováveis coligações, afirmou que já iniciou as conversas com o PMNe o PHS e que marcará a primeira reunião oficial entre os três partidospara a primeira quinzena de maio, para discussão de um projeto dealiança para 2010.

Sobrea atual conjuntura do PT do B em Rondônia, Miguel Queiroz já fez umbalanço prévio da situação em que assumira a sigla: “o PT do B estáinstalado em apenas 19 municípios de Rondônia, dos quais, andando emtodo o Estado, nunca tive o prazer de observar sequer um diretórioinstalado, o que pretendemos mudar logo, abrindo as portas ao menos nosmaiores municípios para divulgar a sigla e cumprir sua parteadministrativa também. Politicamente, o partido disputou as eleiçõesmunicipais de 2008 somente em 01 município para prefeito e em 16municípios para vereador, não elegendo sequer um vereador, já quetotalizaram 3508 votos para prefeito e 13932 votos para vereador (com66 candidatos), o que pode ser realmente considerado um péssimodesempenho, apesar de manter alguns filiados com potencial.”

Emum levantamento prévio no TRE o novo Presidente constatou também que hápendências com a prestação de contas da Regional e de algumasmunicipais e, inclusive, que não foi providenciado sequer o CNPJpartidário até o momento. Diante disto, já deu entrada em algunsrequerimentos formais junto aos cartórios eleitorais para alcançar areal situação administrativa do partido para iniciar um plano de açãode providências de acordo com as prioridades.

Deimediato, o partido já está construindo um site para introduzir-se nainternet, divulgando os trabalhos municipais, estreitando as relaçõescom cada executiva e ainda possibilitando um canal aberto com asociedade que poderá auxiliar dando opiniões/sugestões e conhecendomelhor o estatuto, programas e propostas. Isto ajudará a criar osprojetos futuros e ainda atualizará definitivamente a sigla na eraglobalizada, cumprindo uma parte do Projeto apresentado à Nacional.

Asigla também agendou sua 1ª Reunião com a nova Direção Estadual, queservirá para os Trabalhistas fazerem um balanço dos primeiros dias detrabalho e seus resultados e ainda discutirem as ações futuras. Oencontro está marcado para o dia 17/05/2009 (domingo), com início às10h e encerramento às 16h na R. Aluízio Ferreira, 128, Bairro Satélite,município de Candeias do Jamari/RO, sendo que maiores informações podemser conseguidas através dos contatos (69) 3230-1275 / 9977-8893 /9212-5566.

Mas,o principal desafio, segundo Miguel Queiroz, tem sido responder aosdiversos questionamentos de “como conseguirão implantar um projeto tãoousado com um partido de pequena expressão no Estado e semcredibilidade”. Ele tem respondido com segurança, garantindo serpossível por ser um grupo de pessoas simples, porém trabalhadoras quepossuem sim credibilidade pessoal alta junto às lideranças políticasestaduais; e também porque não perderam tempo e já estão com o pé naestrada visitando e buscando personalidades políticas que pensam como ogrupo e se encaixam no Projeto por prezarem a ética, compromisso com opovo e com a verdade. “Digo sempre, pela minha experiência ao longodesses 15 anos, que não existe partido político pequeno. Pequenas, pramim, são as pessoas que os dirigem na maioria das vezes, pois quem fazo partido e seus resultados são as idéias das pessoas que o compõem.Assim será com o PT do B em Rondônia, pessoas simples, trabalhadoras,mas com pensamentos abertos à atualidade e promissores”, finalizouMiguel Queiroz.