Clínica da ABO é interditada pela Vigilância Sanitária
Publicado Segunda-Feira, 30 de Julho de 2012, às 22:23 | Chakus Consultoria

 

A Clínica da Associação Brasileira de Odontologia (ABO), em Porto Velho, foi interditada por especialistas da Agência Estadual de Vigilância Sanitária por descumprimento às normas de segurança e práticas legais de saúde. Segundo informações obtidas junto à Agevisa, a ABO/RO não possui alvará para atendimento odontológico, além de não cumprir com normas de biosegurança e de não ter registro para funcionar como escola. Ainda de acordo com a Agevisa, o fluxo de serviços é totalmente incorreto e os pacientes não têm privacidade no atendimento, tendo em vista a precariedade das instalações. A equipe da Vigilância Sanitária também constatou que o ambiente é insalubre e concentra um amontoado de material, desde administrativo até malas.
Trata-se de uma ação deflagrada pela Agevisa por motivos de denúncias, mas apenas a clínica odontológica foi interditada, enquanto o setor administrativo funciona normalmente. Além de baseado em denúncias sobre a precariedade das instalações da clínica da ABO, o trabalho da Agevisa faz parte da operação iniciada na semana passada por uma equipe da Agência Federal de Vigilância Sanitária, que cumpre determinação do Ministério da Saúde para evitar que pacientes continuem sendo vítimas de maus profissionais e de entidades e instituições que usam de má fé. A equipe da Anvisa fiscalizou e interditou farmácias e laboratórios na Capital.