Após vexame, Cuca fica em situação delicada no Fla
Publicado Segunda-Feira, 30 de Julho de 2012, às 08:53 | O DIA

 

Mauro Leão

Após a eliminação da Taça Guanabara pelo Resende, no último sábado, a situação de Cuca não está nada boa no Flamengo e nos bastidores rubro-negros já se comenta que dificilmente ele resistirá a mais um resultado negativo. Chamado de "pé-frio" pelos torcedores, o treinador corre o risco de cair antes da Taça Rio, podendo também entregar o cargo.Depois do vexame no Estádio do Maracanã, Cuca afirmou que terá uma reunião com os dirigentes para tratar do futuro. "Do jeito que está não pode continuar. Precisamos traçar planos, pensando além da Taça Rio", disse o técnico, cabisbaixo e arrasado com a derrota.

Alguns dirigentes já são favoráveis à saída do técnico, que não tem o grupo nas mãos. Cuca sofre rejeição de alguns jogadores, que não escondem a má vontade com ele, e o sentimento é recíproco.

Em contrapartida, Cuca também está irritado com os cartolas, que prometem e não pagam salários atrasados e ainda, na véspera de uma decisão, anunciam corte nas premiações. Questionado se estaria fazendo um discurso demissionário, Cuca não se estendeu e revelou que a conversa seria de foro íntimo. "Vamos ter que colocar o preto no branco", enfatizou.

Nesta reunião, além da insatisfação com os salários atrasados, o treinador deverá exigir carta branca para afastar do elenco jogadores que não estão correspondendo, dentro e fora de campo.

Um dos principais alvos será Jônatas, que não esconde de ninguém a sua antipatia por Cuca e é acusado de "minar" o treinador com o grupo, num jogo de intrigas.

Ele também não está nada satisfeito com o lateral Leonardo Moura, que virou empresário da mulher, a cantora Perlla, e tem acompanhado a artista em constantes shows noturnos.

"Jogamos mal, merecemos perder. As expulsões nos complicaram um pouco, mas assuntos internos serão resolvidos entre nós", completou Cuca.