FAMÍLIAS DE SANTA ELINA SÃO BRUTALMENTE DESPEJADAS PELA PM
Publicado Segunda-Feira, 30 de Julho de 2012, às 22:00 | ASSESSORIA

 

 Na manha de hoje, 70 policiais militares dos municípios de Vilhena, Colorado, Cerejeiras, Pimenteiras, Corumbiara, Chupinguaia e Cabixi, em uma verdadeira operação de guerra, despejaram-nos, as 100 famílias que desde o dia 11 de maio haviam tomado a fazenda Santa Elina, local este, palco do chamado ‘MASSACRE DE CORUMBIARA”, ocorrido no dia 09 de agosto de 1995. Os policiais após o despejo queimaram todos nossos barracos com os pertences dentro.

    No dia 20 deste mês 10 agentes do IBAMA e da policia federal desceram de helicóptero perto  do acampamento e disseram-nos que podíamos ficar sossegados, que não haveria despejo algum.Não acreditamos pois  desconfiamos que podia apenas ser um levantamento para a futura expulsão conforme aconteceu.

    A maior parte de nós acampados é sobrevivente do massacre e desde que ocupamos a Santa Elina inúmeras tentativas de nos enrolar e desmobilizar nosso acampamento tem sido feitas, principalmente pelo INCRA e o senhor Gercino, da Ouvidoria Agrária Nacional. Primeiro nos disseram que iam vistoriar a Santa Elina, depois disseram que iam suspender a liminar de reintegração de posse, depois que teríamos que sair da área para poder cortá-la. Ora, já dissemos várias vezes que cansamos de esperar!

   São 13 anos de promessas não cumpridas, em especial a de Lula de que se fosse eleito, cortaria a Santa Elina e indenizaria as vítimas do massacre. Não vamos esperar pelo INCRA, vamos retomar a Santa Elina novamente, e não será com ameaças de um novo massacre que vamos desistir dela.

A SANTA ELINA É NOSSA!

O POVO QUER TERRA, NÃO REPRESSÃO!

COMITÊ DE DEFESA DAS VÍTIMAS DE SANTA ELINA